Novas receitas

McDonald’s começará a usar testes de bafômetro para impedir a entrada de bêbados

McDonald’s começará a usar testes de bafômetro para impedir a entrada de bêbados

Um McDonald's do Reino Unido está tomando medidas para manter os bêbados longe de seu restaurante

Wikimedia / Ladentheke

Um McDonald's do Reino Unido diz que vai começar a usar testes para manter os clientes bêbados fora do restaurante.

O McDonald’s fornece alguns dos alimentos bebidos favoritos do mundo, mas um restaurante do Reino Unido está fazendo o seu melhor para evitar que os clientes embriagados recebam nuggets e vai lançar um bafômetro para tentar manter os clientes bêbados afastados.

De acordo com o The Mirror, um McDonald's em Cambridge está aberto 24 horas nos fins de semana, mas não será mais um refúgio para os frequentadores de pubs noturnos, já que o local está se preparando para testar clientes quanto à embriaguez. Qualquer pessoa que apresentar um nível de álcool no sangue duas vezes maior que o limite legal terá o acesso negado a Big Macs e McNuggets. Os kits de teste de álcool também identificarão os clientes que desejam beber álcool com sua comida e trazer garrafas de refrigerante com álcool.

O esforço é supostamente parte de um esforço para combater o consumo excessivo de álcool, mas os alunos de uma universidade próxima não parecem estar particularmente entusiasmados com a notícia.

“Esta nova medida é uma violação flagrante e horrível de nossos direitos humanos”, disse o calouro da Universidade de Cambridge, Declan Amphlett. “Teremos que recorrer ao contrabando de sanduíches para os clubes como uma versão do comércio de drogas de escola primária.”


Revisitando o mito do McDonald & # 39s Burger de 12 anos que acabou de ganhar uma podridão (resultados do teste!) | The Food Lab

Algumas semanas atrás, comecei um experimento destinado a provar ou refutar se os hambúrgueres mágicos e não decompostos do McDonald's que estão circulando pela internet são realmente dignos de repulsa ou mesmo de interesse.

A título de introdução, permito-me citar-me. Isto é do meu artigo anterior:

"Em 2008, Karen Hanrahan, do blog Best of Mother Earth postou uma foto de um hambúrguer que ela usa como acessório para uma aula que ela ensina sobre como ajudar os pais a manter seus filhos longe de junk food. O hambúrguer que ela está usando como acessório é o mesmo hambúrguer simples do McDonald's que ela usa há 14 anos. Parece muito idêntico ao que era no dia em que ela o comprou, e ela não teve que usar nenhum meio de preservação. O hambúrguer viaja com ela, e fica em temperatura ambiente.

"Agora, Karen não é a primeira nem a última a documentar esse mesmo fenômeno. A artista Sally Davies fotografa seu hambúrguer de 137 dias todos os dias para seu Happy Meal Art Project. Nonna Joann optou por armazenar sua refeição feliz por um ano em seu blog em vez de dar de comer aos filhos. Existem dezenas de outros exemplos, e a maioria deles chega à mesma conclusão: os hambúrgueres do McDonald's não apodrecem. "

O problema em chegar a essa conclusão, claro, é que se você acredita na ciência (e eu certamente espero que seja!), Para chegar a uma conclusão, você deve primeiro começar com algumas premissas observáveis ​​como ponto de partida com o qual você forma um teorema, seguido por um experimento razoavelmente rigoroso com controles construídos no local para verificar a validade desse teorema.

Até agora, não localizei uma única fonte que trate o fenômeno do hambúrguer do McDonald's dessa maneira. Em vez disso, a maioria confia em especulação, raciocínio especioso e obtusidade absoluta para chegar à conclusão de que um hambúrguer do McDonald's "é um alimento químico [sem] absolutamente nenhuma nutrição".

Como eu disse antes, esse tipo de conclusão é sensacionalista e especioso, e não tem lugar em nenhum dos círculos acadêmicos respeitáveis ​​dos quais A Hamburger Today gostaria de se considerar um membro destacado.

A teoria por trás do hambúrguer

  1. Um hambúrguer simples do McDonald's, quando deixado ao ar livre, não se molda nem se decompõe.
  2. Para que o mofo cresça, algumas coisas precisam estar presentes: esporos de mofo, ar, umidade e um clima razoavelmente hospitaleiro

Dados esses dois fatos, existem várias teorias sobre por que um hambúrguer do McDonald's pode não apodrecer:

  1. Existe algum tipo de conservante químico na carne e / ou pão e / ou na embalagem que não é encontrado em um hambúrguer e / ou pão normal que cria um ambiente inóspito para o crescimento de mofo.
  2. O alto nível de sal de um hambúrguer do McDonald's está impedindo que ele apodreça.
  3. O tamanho pequeno de um hambúrguer do McDonald's permite que ele desidrate rápido o suficiente para que não haja umidade suficiente para que o mofo cresça
  4. Não há esporos de mofo nos hambúrgueres do McDonald's, nem no ar dentro e ao redor de onde os hambúrgueres foram armazenados.
  5. Não há ar no ambiente onde os hambúrgueres do McDonald's foram armazenados

Dessas teorias, podemos eliminar imediatamente 5, por razões óbvias demais para enumerar. Quanto ao número 4, é provavelmente verdade que não há moldes vivos em um hambúrguer quando você o recebe pela primeira vez, pois eles são cozidos em uma chapa extremamente quente de ambos os lados a uma temperatura interna de pelo menos 165 ° F - quente o suficiente para destruir qualquer molde. Mas no ar onde estavam armazenados? O mais provável é que haja mofo. Tem mofo em todos os lugares.

A Teoria 1 é a mais frequentemente concluída nos vários blogs por aí, mas não parece haver evidências fortes de uma forma ou de outra. Se formos acreditar na embalagem e na rotulagem nutricional (e não vejo razão para não acreditar), existem conservantes no pão do McDonald's, mas não mais do que no pão comum do supermercado. Um pão comum de supermercado certamente apodrece, então por que não o McD's? A carne deles também é (segundo eles) 100% carne moída, então não há nada de engraçado aí, não é?

Para que qualquer teste seja considerado válido, você precisa incluir um controle. Algo em que você já conhecer se a variável que está sendo testada está ou não presente.

No caso desses hambúrgueres, isso significa testar um hambúrguer do McDonald's contra um hambúrguer que é absolutamente conhecido por conter apenas carne bovina. A única maneira de fazer isso, é claro, é cozinhá-lo eu mesmo com carne natural moída em casa.

Decidi projetar uma série de testes a fim de verificar a probabilidade de cada um desses cenários separados (com exceção da teoria sem ar, que francamente, não segura o vento - entendeu?). Aqui está o que eu tinha em mente:

  • Amostra 1: Um hambúrguer simples do McDonald's armazenado em um prato ao ar livre, fora de sua embalagem.
  • Amostra 2: Um hambúrguer simples feito de carne caseira, totalmente natural, com as dimensões exatas do hambúrguer do McDonald's, em um pão torrado padrão comprado em loja.
  • Amostra 3: Um hambúrguer simples com hambúrguer caseiro, mas um pãozinho do McDonald's.
  • Amostra 4: Um hambúrguer simples com hambúrguer do McDonald's em um pão comprado em loja. *
  • Amostra 5: Um hambúrguer simples do McDonald's armazenado em sua embalagem original.
  • Amostra 6: Um hambúrguer simples do McDonald's feito sem sal, armazenado ao ar livre.
  • Amostra 7: Um simples Quarter Pounder do McDonald's, armazenado ao ar livre.
  • Amostra 8: Um hambúrguer caseiro da dimensão exata de um Quarter Pounder do McDonald's.
  • Amostra 9:Um simples Angus Third Pounder do McDonald's, armazenado ao ar livre

* Para ler sobre a maneira fascinante como adquiri esses hambúrgueres simples, consulte a postagem original.

Você pode notar que meus protocolos foram ligeiramente expandidos desde a primeira vez que os expus a você, há algumas semanas. Isso se deve a várias boas ideias na seção de comentários, que incorporei em meus testes no dia seguinte à publicação inicial.

Todos os dias, eu monitorava o progresso dos hambúrgueres, pesando cada um e verificando cuidadosamente se havia manchas de mofo ou outros indícios de decomposição. Os hambúrgueres foram deixados ao ar livre, mas manuseados apenas com utensílios de cozinha limpos ou em sacos plásticos limpos (sem contato direto com as mãos até o último dia).

A essa altura, já se passaram 25 dias, 23 discussões calmas, frias e coletivas com minha esposa sobre se aquele cheiro no apartamento está vindo dos hambúrgueres ou do cachorro, e 16 noites passadas dormindo no sofá após aqueles discussões calmas, frias e recolhidas. Além da minha mãe, minha esposa é a discutidora mais feroz que conheço.

Francamente, estou feliz que esse experimento acabou. Para os resultados.

Os resultados

Bem, bem, bem. Acontece que não apenas os hambúrgueres regulares do McDonald's não apodreciam, mas os hambúrgueres caseiros também não apodreceram. As amostras de um a cinco diminuíram um pouco (especialmente os hambúrgueres de carne), mas não mostraram sinais de decomposição. O que isto significa?

Isso significa que não há nada naquela estranho que um hambúrguer do McDonald's não apodreça. Algum hambúrguer do mesmo formato funcionará da mesma maneira. A verdadeira questão é por quê?

Pois bem, eis outra evidência: o hambúrguer número 6, feito sem sal, também não apodreceu, o que indica que o nível de sal não tem nada a ver com isso.

E então chegamos aos hambúrgueres que fez mostram alguns sinais de decadência.

Dê uma olhada nos hambúrgueres caseiros e do McDonald's Quarter Pounder:

Muito interessante mesmo. Claro, há uma ligeira diferença na quantidade real de bolor cultivado, e o hambúrguer caseiro à direita parece ter encolhido mais do que o Quarter Pounder real à esquerda (eu culpo isso principalmente na forma como os hambúrgueres foram formados), mas em no todo, os resultados são notavelmente semelhantes. Que um Quarter Pounder cresce mofo, mas um hambúrguer de tamanho normal do McDonald's não é uma evidência bastante forte em apoio à Teoria 3 vinda de cima. Por causa do tamanho maior de um Quarter Pounder, ele simplesmente leva mais tempo para desidratar, dando ao molde mais chance de crescer.

Podemos provar isso examinando as tabelas de peso entre o hambúrguer normal e o Quarter Pounder. Dê uma olhada:

Este gráfico representa a quantidade de peso perdido dos hambúrgueres por meio da evaporação todos os dias (ambos os pesos iniciais foram normalizados para 1). Como você pode ver, ao final de 2 semanas, tanto os hambúrgueres regulares quanto os Quarter Pounders acabaram perdendo cerca de 31% do peso total e estão bastante estáveis. Eles são essencialmente charque. Um produto completamente desidratado que nunca apodrece, pois sem umidade nada sobrevive.

Agora, a parte interessante dos gráficos é durante os primeiros 4 dias. Como você pode ver, a linha azul que representa o hambúrguer normal cai muito mais abruptamente do que a linha vermelha que representa o Quarter Pounder. Na verdade, 93% da perda de umidade em um hambúrguer normal ocorre nos primeiros três dias, o que significa que, a menos que o mofo tenha a chance de crescer dentro desse período, ele praticamente nunca vai crescer.

O Quarter Pounder, por outro lado, leva 7 dias inteiros para desidratar no mesmo grau. É durante esse período extra de três dias que o crescimento de fungos começou a aparecer (e, claro, uma vez que o hambúrguer desidratou o suficiente, o crescimento de fungos parou - o hambúrguer parecia o mesmo no dia 14 e no dia 7). Para o registro, o Angus Third Pounder também mostrou um grau semelhante de crescimento de fungos no mesmo período de tempo.

Então pode moldar?

Então, nós praticamente esclarecemos toda a confusão, mas um cientista perspicaz notará que uma questão ainda precisa ser respondida. Provamos que nem um hambúrguer do McDonald's nem um hambúrguer caseiro comum apodrece em certas condições específicas, mas existem condições em que podemos criar isso vai fará com que apodreça e, mais importante, o hambúrguer do McDonald's apodrecerá tão rápido quanto o hambúrguer caseiro?

Os dois últimos hambúrgueres que testei foram um hambúrguer do McDonald's e um hambúrguer caseiro normal das mesmas dimensões, colocados lado a lado em sacos plásticos com zíper. Com sorte, a bolsa ficaria presa em umidade suficiente. A questão: Eles apodreceriam?

Na verdade eles fazem. Em uma semana, os dois hambúrgueres estavam quase cobertos de pequenas manchas brancas de mofo, eventualmente se transformando na besta com manchas verdes e pretas que você vê acima.

A conclusão

Então só temos isso! Evidências bastante fortes a favor da Teoria 3: o hambúrguer não apodrece porque seu tamanho pequeno e a área de superfície relativamente grande ajudam a perder umidade muito rapidamente. Sem umidade, não há crescimento de mofo ou bactérias. Obviamente, o fato de a carne ser bastante estéril para começar, devido à alta temperatura de cozimento, também ajuda as coisas. Não é realmente surpreendente. Os humanos sabem desse fenômeno há milhares de anos. Afinal, como você acha que o beef jerky é feito?

Agora não me entenda mal - eu não tenho um cachorro nesta luta de qualquer maneira. Eu realmente não poderia me importar menos se o hambúrguer do McDonald's apodreceu ou não. Não costumo comer seus hambúrgueres e continuarei a não comê-los com frequência. Meu problema não é com o McDonald's. Meu problema é com ciência ruim.

Para todos vocês que odeiam o McDonald's por aí: não se preocupem. Ainda existem muitas razões para não gostar da empresa! Mas, por agora, espero que você faça do meu jeito e ponha de lado sua carne com a carne deles.


McLobster

O McLobster é basicamente carne de lagosta enfiada em um pão de cachorro-quente com "molho McLobster" e alface ralada. Como seu compatriota muito mais bem-sucedido, o McRib, ele aparece de vez em quando em todo o país como uma promoção, apenas para desaparecer semanas depois.

O lendário McLobster atraiu algum entusiasmo no início deste ano, quando rumores giraram sobre seu reaparecimento em todo o país. Atualmente, está disponível apenas em partes da Nova Inglaterra e no leste do Canadá.

Existem alguns fatores que destruíram as esperanças do McLobster de chegar ao grande momento. Custa onerosos US $ 5,99, que os consumidores relutam em pagar por um único sanduíche. Além disso, é incrivelmente difícil comercializar um item de marisco de "qualidade" em uma lanchonete.


INSCREVA-SE AGORA Notícias diárias

A rede de fast-food começará a eliminar a bebida em 1º de maio, de acordo com um memorando postado esta semana no Reddit. Um representante do McDonald & # 8217s disse Coma isso, não aquilo que todos os locais deixarão de transportar a bebida depois de julho.

De acordo com o memorando, a rede está lançando uma nova bebida "proprietária" chamada Sprite TropicBerry, que será servida exclusivamente nas lojas do McDonald's. Faz parte da parceria da empresa com a Coca-Cola.

O site do McDonald’s apresenta o Hi-C Orange Lavaburst como "embalado com sabor cítrico crocante", mas os clientes não poderão apreciá-lo por muito mais tempo. Você ainda pode ter tempo para pedir a bebida porque os locais do McDonald's são aconselhados a continuar vendendo até que o suprimento atual acabe.

Pelo menos um usuário do Reddit espera uma reação da mudança, escrevendo, & # 8220E & # 8217s vai ser divertido algumas semanas à frente. Hi-C é uma das bebidas mais populares em minha localidade. & # 8221

A reação às notícias no Twitter parece comprovar isso:

Então, o McDonalds anunciou que vai parar de oferecer minha bebida favorita: Hi-C Orange Lavaburst! O que vamos fazer sem isso? Ajuda! pic.twitter.com/3YhbFfu1Pw

& mdash Evrod Cassimy (@EvrodCassimy) 27 de abril de 2017

McDonald & # 39s tirando a bebida de laranja Hi-C depois de julho‼ ️ isso não está certo @McDonalds

& mdash Craig (@Iball_u_hate) 27 de abril de 2017

@McDonalds ficou tão chateado que você está abandonando o Orange Hi-c. É a única coisa que recebo lá!

& mdash Stephanie Rachel (@Lisanie) 27 de abril de 2017

O McDonald's está se livrando do Hi-C laranja, e eu também não gosto dos novos uniformes feios. Posso não comer todo mundo em outro McDonalds novamente.

& mdash Mark A. Durham (@ mdurham33) 27 de abril de 2017

Droga, eu realmente não tenho mais motivos para ir ao McDonald's de verdade. Eles não terão mais Hi-C.

& mdash Bennie (@treedagoat_) 27 de abril de 2017


Big Mac

Embora o McDonald's não compartilhe a receita de seu icônico hambúrguer, muitos chefs caseiros tentam fazer o sanduíche em casa com resultados satisfatórios.

De acordo com o chef e escritor de culinária Gizzi Erskine, é fácil fazer o molho Big Mac e o hambúrguer em casa.

Ingredientes

3 colheres de sopa de cebola picadinha

2-3 colheres de sopa de salmoura de picles de endro

1 colher de chá ou cebola / alho em pó

2 hambúrgueres de 80g (20 por cento de gordura)

Para fazer o molho, primeiro é preciso despejar água fervente sobre a cebola picada e deixar por cinco minutos, antes de passar pela peneira e secar a cebola no papel de cozinha.

“Coloque 2 colheres de sopa da mistura em uma tigela com a maionese, ketchup, mostarda, açúcar, pickles picados, salmoura de endro, cebola / alho em pó e páprica defumada. Misture e deixe por pelo menos 30 minutos ”, explica Erskine.

Para o hambúrguer, tempere os hambúrgueres com bastante sal e pimenta e frite em uma frigideira bem quente.

Para fazer o hambúrguer, Erskine diz para dividir o pão em três lados e torrá-lo antes de espalhar 1 colher de sopa de molho de hambúrguer Big Mac sobre a base da fatia inferior e do meio e adicionar 1 colher de sopa de cebola picada entre as duas bases.

Adicione um punhado de fatias de alface e picles e uma ou duas fatias de queijo processado.

De acordo com Erskine, a etapa final, depois de adicionar o pão final, é "Volte para a panela e cubra com uma tampa e jogue uma colher de sopa de água embaixo dela para cozinhar o queijo derretido e aquecer o hambúrguer até ficar bem quente!"

Você pode encontrar a receita completa aqui.


Transforme seus McNuggets em uma refeição japonesa com esta receita super fácil!

Um dos itens mais populares no menu do McDonald & # 8217s são os Chicken McNuggets. O único problema é que, quando você está com fome, tem que comer muito para saciar, o que levou nossa equipe a perguntar: Poderia haver uma maneira de transformar os itens do tamanho de uma mordida em uma refeição inteira?

A ideia de fazer uma refeição com McNuggets como o ingrediente estrela imediatamente deixou-nos de água na boca, e sabíamos que o prato exato dos nuggets seria uma combinação perfeita para & # 8211 um favorito japonês caseiro e saudável chamado katsudon.

Para muitas pessoas, katsudon evoca a imagem de um prato contendo costeleta de porco, mas a palavra & # 8220katsudon & # 8221 na verdade combina a palavra & # 8220costeleta& # 8221 com uma forma abreviada de & # 8220Donburi& # 8220, que é a palavra usada para grandes tigelas de arroz. Isso significa que & # 8220katsudon & # 8221 pode conter qualquer tipo de costeleta ralada e frita, desde que em uma cama de arroz servido em uma tigela de donburi, e katsudon de frango é uma alternativa popular ao katsudon de porco no Japão.

Vendo como os McNuggets já estão fritos, a receita para fazer katsudon com nuggets do McDonald & # 8217s é incrivelmente fácil, e você nem mesmo precisa de uma panela, pois vamos cozinhar tudo em uma tigela no micro-ondas.

Portanto, vamos direto ao ponto, começando com o ingrediente principal de que você precisa: uma caixa de McNuggets.

▼ Convenientemente, as caixas de 15 peças custam atualmente 390 ienes (US $ 3,58) até 18 de maio no Japão, o que representa 30% do preço normal de varejo de 580 ienes.

No entanto, só precisamos de seis nuggets para esta receita, então vamos guardar o resto para fazer um lanche mais tarde. Os ingredientes completos de que você precisa são:

Ingredientes (faz uma porção)

  • Açúcar e # 8211 15 gramas (1 colher de sopa)
  • Grânulos de caldo de sopa & # 8211 3 gramas (meia colher de chá)
  • Molho de soja & # 8211 20 mililitros (1 colher de sopa e 1 colher de chá)
  • Água & # 8211 60 mililitros (4 colheres de sopa)
  • Cebola em fatias & # 8211 20 gramas (cerca de um oitavo de uma cebola inteira)
  • Chicken McNuggets & # 8211 5-6
  • 1 ovo, levemente batido
  • Arroz cozido

Método

1. Misture o açúcar, o caldo de sopa granulado, o molho de soja e a água para fazer um molho.

2. Coloque as cebolas fatiadas no molho, cubra com filme plástico e leve ao microondas a 500 Watts por um minuto.

3. Coloque os nuggets de frango por cima das cebolas e regue com o ovo batido. Cubra com filme plástico novamente e leve ao microondas a 500 Watts por dois minutos.

4. Coloque a mistura em cima de uma tigela de arroz e pronto!

Quão fácil foi isso? O katsudon fast-food leva cerca de cinco minutos para ser criado, do início ao fim, e o resultado é uma refeição deliciosa que parece ótima, cheira divina e enche você com um sabor delicioso.

Não podíamos acreditar como era fácil de fazer e, assim que demos nossa primeira mordida, fomos fisgados. Os ingredientes extras adicionaram muito sabor aos nuggets, tornando-os os melhores que já comemos!

▼ E porque nós & # 8217d encomendamos uma grande caixa deles, fomos capazes de festejar em segundos.

Experimentamos alguns nuggets com dois molhos novos da rede & # 8217s & # 8212 Garlic Tomato e Egg Tartare & # 8212, mas honestamente, eles simplesmente não tinham um sabor tão bom quanto no McNugget Katsudon nós & # 8217d fizemos.

Agora que sabemos como fazer katsudon com nuggets de frango do McDonald & # 8217s, iremos adicioná-los à nossa lista de opções de jantar semanais, junto com esta outra receita super fácil para fazer katsudon no micro-ondas.

Portanto, lembre-se, quando a vida lhe der McNuggets, faça katsudon. Você ficará feliz por ter feito isso.

Relacionado: McDonald & # 8217s Japão
Fotos © SoraNews24
● Quer saber sobre os artigos mais recentes do SoraNews24 & # 8217s assim que forem publicados? Siga-nos no Facebook e Twitter!
[Leia em japonês]


McDonald & # 039s Catar lançará BTS Meal em junho e os fãs não podem esperar

O gigante americano de fast-food McDonald's postou recentemente o teaser de BTS Meal, para grande entusiasmo dos fãs do grupo K-Pop, também conhecido como ARMY. O tweet do McDonald's se tornou viral poucas horas depois de ser postado.

BTS (Bangtan Sonyeondan) é o maior grupo musical sul-coreano internacionalmente e foi escolhido pela empresa de fast-food para promover o "primeiro pedido de assinatura de celebridade que estará disponível para clientes do McDonald’s em todo o mundo." O BTS Meal estará disponível em quase 50 países, incluindo Qatar!

O lançamento global começará no próximo mês, mas será lançado nas filiais do McDonald's no Catar em 2 de junho de 2021. A data de término da campanha ainda não foi anunciada.

Crédito da imagem: https://twitter.com/McDonalds

De acordo com o comunicado do McDonald's, "o pedido de assinatura da banda inclui um Chicken McNuggets® de 10 ou 9 peças (dependendo do mercado), médio World Famous Fries®, uma bebida média e dois molhos - Sweet Chili e inspirados em Cajun por receitas do McDonald's da Coreia do Sul.

Depois de postar a notícia em sua conta do Instagram, o BTS ARMY no Qatar foi rápido em mostrar seu entusiasmo pela campanha deixando comentários no post do IG e @qatararmys postando-o novamente em sua conta. Os fãs também expressaram seu desejo por uma refeição BTS em suas contas:

O BTS tem 34,7 milhões de seguidores no Twitter (@bts_twt), 40,3 milhões de seguidores no Instagram (@ bts.bighitofficial) e 32 milhões de seguidores no TikTok (bts_official_bighit).

Deixe cair um coração roxo nos comentários se você está emocionado e não consegue manter a calma com esta notícia!

Imagem da capa: imagem do Twitter por @BTS_jp_official

Siga-nos em nossos canais de mídia social: @ILQlive @ILQlive @ILoveQtr ILoveQatar


Como vencer um bafômetro

A pergunta mais comum em meu site, e provavelmente na Internet, quando se trata de cobranças por Dirigir Sob a Influência, é, sem dúvida, & # 8220Como faço para vencer o bafômetro?

A melhor resposta é mais simples do que você pensa & # 8212
Não beba e dirija!

Brincadeiras à parte, a segunda resposta é tão simples - não aceite. Sacrifique sua licença de operador & # 8217s para ter uma vantagem no tribunal. Seu caso se torna muito mais fácil de apresentar a um júri quando não há per se acusação disponível (o registro de 0,08 BAC ou superior.)

No entanto, vamos explorar algumas opções adicionais.

Primeiro, vamos analisar quais métodos NÃO trabalhar.

  1. Comendo sua própria cueca & # 8211 Por quê? É a primeira pergunta que me vem à cabeça. Por que alguém em sã consciência tentaria um método tão ridículo? Bem, para Dave Zurfluh de Stettler, Alberta, esta foi uma ideia tão ruim. Presumivelmente, ele esperava que o algodão absorvesse o álcool em seu estômago, diminuindo assim seu resultado de alcoolemia. Vocês não podem inventar isso, pessoal. Infelizmente para ele, no momento em que chegou à estação, não só o algodão em seu estômago não fez nada para o álcool que estava em seu sangue, ele parecia ridículo por causa do buraco em suas calças. O teste do bafômetro coleta o ar profundo do pulmão, ou alveolar. Portanto, depois de algumas horas bebendo, seguidas de alguns minutos comendo algodão, não vai adiantar nada. Obrigado por jogar.
  2. ATUALIZAR: Comendo papel higiênico & # 8211 Este é novo, pessoal! Ross McDonald, de Iowa City, Iowa, tentou comer papel higiênico na esperança de enganar o bafômetro. Infelizmente, como afirmado no número (1) acima, a máquina é projetada para testar o ar alveolar e, portanto, sua tentativa de cobrir o álcool com papel higiênico não funcionaria, pois pode apenas mascarar o cheiro ou pelo menos absorver qualquer álcool na boca. Boa tentativa, mas você falhou.
  3. ATUALIZAÇÃO # 2: Comendo sua própria camisa & # 8211 Aqui está outro doozy, amigos .. Uma stripper da Flórida tentou comer sua própria camisa para evitar um DUI depois que ela tentou fugir da polícia e resistir passivamente à prisão. Quando o técnico do bafômetro a instruiu a não colocar nada na boca, como provavelmente ele é exigido pela lei estadual e depois que ela concordou em fazer o teste do bafômetro, a stripper & # 8220 enfiou uma grande parte de sua camisa na boca e começou a mastigar o tecido. ” garantiu a falta de um número do Intoxilyzer para o estado. Então, podemos chamar isso de vitória?
  4. Comendo suas próprias fezes & # 8211 OK, primeiro, nojento. Eu não consigo nem mesmo. Mas, um homem de Ontário em março de 2005 tentou. E falhou. Ele não apenas falhou, mas agora será lembrado para sempre como o homem que comeu suas próprias fezes. Boa sorte para você, amigo.
  5. Comer alimentos fedorentos para dominar o cheiro de álcool & # 8211 Embora possa não ser uma idéia tão ruim tirar o cheiro do policial & # 8217s da trilha da bebida, é completa e totalmente inútil para uma máquina de bafômetro. A câmara de amostra interna é calibrada mecanicamente para detectar qualquer presença de etanol (junto com algumas outras substâncias, dependendo da quantidade de filtros instalados, etc., o que pode inflar artificialmente o resultado do BAC). O dispositivo é tão sensível, na verdade, que tem um detector de álcool na boca & # 8220 & # 8221, portanto, se você tiver álcool na boca, a máquina deve retornar um erro. O fato de que esses detectores nunca funcionam não vem ao caso, mas eles estão lá. Então, falhe.
  6. Beber Zima em vez de bebidas & # 8220real & # 8221 & # 8211 Sério? Bem, aparentemente sim. Alguns adolescentes acreditavam que isso poderia resolver o problema. Acho que sob a crença errônea de que existem diferentes tipos de álcool, uma vez que Zima não faz seu hálito cheirar tão mal. Álcool é álcool, não importa qual seja seu gosto ou cheiro. Você é o elo mais fraco, adeus.
  7. Chupando um centavo & # 8211 A ideia por trás desse mito popular é que o cobre na moeda neutralizará o álcool. Bem, semelhante ao (5) acima, o álcool não está saindo de sua boca. Não tenho certeza sobre a reação que ocorre quando o álcool encontra o cobre, mas posso dizer que o centavo não o protegerá do álcool em seus pulmões. Além disso, de acordo com pelo menos uma fonte, os centavos não são mais feitos de cobre. Agora é 97,5% de zinco e 2,5% de cobre. Então ainda que o cobre teria sido útil, sua quantidade insignificante no centavo exigiria uma infinidade deles & # 8212 você pode apostar que os policiais perceberão seu esquema e o interromperão rapidamente.
  8. Usandolisterine ou algum outro anti-séptico bucal & # 8211 Pior. Ideia. Sempre. Porque? Porque quase tudo bochechos contêm, o quê? Isso & # 8217s certo & # 8212 Álcool! Então você está combatendo a presença de álcool em seu corpo & # 8212 com mais álcool! E se o seu resultado fosse inferior a 0,08, inicialmente? Bem, você acabou de garantir uma certa viagem para a prisão porque provavelmente vai estourar bem acima de 0,08 devido a todo o álcool fresco em sua boca. Os detectores de álcool na boca raramente, ou nunca, funcionam. Explicar para o policial não vai adiantar nada. Boa tentativa.
  9. Goma de mascar & # 8211 Agora, aqui está um bom truque para despistar o policial (se você puder segurar sua bebida). Pode ser que ele deixe você ir se ele não conseguir sentir o cheiro de álcool e você parecer bem para ele. No entanto, novamente, como os números (5) e (8), a goma não altera o funcionamento da câmara interna dentro do bafômetro. Dependendo da goma de mascar, pode acabar & # 8220ajudar & # 8221 tanto quanto um enxaguatório bucal, devido ao fato de conterem álcool.
  10. Inspirando em vez de soprar & # 8211 Não. A máquina possui detectores de pressão para detectar se o ar está sendo soprado. Você terá sucesso em deixar o policial com raiva, no entanto. Não tenho certeza se é isso que você quer ..
  11. Arrotos, arroto ou regurgitação & # 8211 Isso fará com que o álcool do estômago chegue à boca, o que, por sua vez, elevará os níveis de alcoolemia. Desculpe, tente novamente.
  12. Fumar um cigarro irá mascarar o álcool & # 8211 Na verdade, provavelmente elevar o resultado de TAS devido ao fato de que alguns bafômetros podem ser afetados pelo acetaldeído (a substância química que é liberada na fumaça do cigarro quando açúcares, sorbitol e glicerol são queimados).
  13. Comendo manteiga de amendoim & # 8211 Este está no final da lista porque é a coisa mais próxima de algo que poderia funcionar (se você pudesse lavar seus pulmões com ele). É verdade que os altos níveis de sódio, que podem ser encontrados na manteiga de amendoim, neutralizarão o etanol, criando dois subprodutos & # 8211 etóxido de sódio (também conhecido como alcóxido) e gás hidrogênio. Mas, novamente, o problema é que a manteiga de amendoim viaja da boca para o estômago, desviando completamente dos pulmões & # 8212 de onde o ar alveolar, que está cheio de álcool, está prestes a sair e ser testado pela máquina. Este seria um ótimo truque para eliminar o álcool na boca. Além disso, boa sorte para conseguir um pouco de manteiga de amendoim na delegacia de polícia & # 8212 ou colocá-la na boca com as mãos algemadas atrás das costas. Não acho que esse método esteja em suas cartas.

Agora, vamos ver o que poderia trabalho (algumas dessas opções são completamente teóricas):

  1. Novamente, a melhor maneira é não beber e dirigir & # 8211 Fala por si.
  2. A segunda melhor maneira é recusar o teste do bafômetro & # 8211 Mais uma vez, fácil. Você entrega sua licença ao bom policial por não cumprir as leis de consentimento implícitas do estado & # 8217s e educadamente agradece enquanto é escoltado para sua cela & # 8220 confortável e limpa & # 8221, onde você passará os próximos horas. Você torna seu caso de advogado muito mais fácil, a possibilidade de um julgamento com júri muito mais real e suas chances de superar seu caso de DUI aumentam exponencialmente (com o advogado certo que pode atacar os procedimentos do policial e # 8217s e treinar o estande .) Portanto, recuse os testes, se você puder perder sua licença. Nota especial: Não tente este método se você possui uma Licença de Condutor Comercial & # 8217s ou uma Licença de Piloto & # 8217s, pois as dificuldades resultantes podem ser mais duras para você e sua carreira do que simplesmente lutar a difícil batalha de um per se Caso DUI.
  3. Soprando apenas o tempo necessário e parando – If you are truly in a pickle and think you did not have that much to drink, and you are afraid to lose your license, and you believe that enough time has elapsed, although this goes against every rule in the book — blow just enough to where the machine registers the fact that you’ve blown, and not a millisecond longer(good luck with that timing). Well, why is that? The officer is interested in you blowing as long as possible. That will ensure an artificially elevated result, even if you’re under the limit (how else can you explain the plethora of DUIs where the person legitimately drank 1-2 beers and blows a 0.12.) The longer you blow, the more alcohol enters the sample chamber of the machine, and the more molecules of ethanol are captured by the Intoxilyzer 5000EN’s detector via the process of infrared absorption. If you blow somente the right amount of time, you can at least keep the number low and more in line with what you should be registering (in theory — as these machines have a lot of other problems). You’ll of course have to learn what sounds the machine makes when a sufficient sample is provided, as the officer will want you to continue to blow. Again, this method, although possible to at least keep you in the right range, is laden with difficulties. I DO NOT recommend it.
  4. Hyperventilating or exercising & # 8211 Este poderia work, but the problem is that you won’t be able to breathe out all of the alcohol — that would be ridiculous. It’s in your system, in your blood stream, in your lungs, and possibly still in your mouth. The most you could do is lower your breath test result by 10-20%, so if you’re close to the limit, you poderia be able to blow under it. If you’re stone cold drunk it won’t do more than simply make you dizzy, which could lead to you throwing up — never a good idea… Especially with an officer present — who is suspecting you have been operating under the influence! Good job, you just helped make his case for him. Also, good luck hyperventilating or exercising with the officer around. Surely he won’t notice..
  5. Burping, belching, or regurgitating (yes I realize its on the list of things that don’t work) – Here’s the thing, the breathalyzer operator is supposed to have you under continuous observation for 15 – 20 minutes (depending on the state law – it’s 20 minutes in Kentucky see KRS 189A.103(3)(a)). If you make an audible burp, belch, or regurgitate stomach contents periodically, the breathalyzer technician, assuming he conforms to the breathalyzer operator’s manual , must reset the 20 minute observation period — because you brought back alcohol in your stomach into your mouth. Gross, but possibly effective. The problems are that (a) s/he may not care and tell you to take the test anyway (which could be a great defense in court, especially if there is a video recording), but again, you’ve accomplished nothing at beating the test (b) you run the risk that some of the puke or belch substances will remain in your mouth and elevate the result even after an additional 20 minutes and (c) if you’re still digesting previous alcohol, your BAC is on the rise — more time elapsed = higher BAC. You’re just digging your grave even further and where your result may have been lower (albeit still above 0.08), you may end up with an aggravator if you blow a 0.15 or above in Kentucky.
  6. Rinsing out your lungs – This is, of course, a joke. It’s the dumbest thing you can possibly think of doing (and, believe it or not, it has been tried). This is a sure way to drown yourself. DO NOT DO THIS.

There really is no “scientific” or foolproof method of going from a result above 0.08 to one below it. The best way to avoid a DUI is to not drink and drive.

However, if you are charged with a DUI, you need experienced and knowledgeable counsel to help you. Please, contact me or call me at (502) 931-6788.


A Different Kind of Student Exam

JIM HENNESSY, a Darien High School junior, does not go to school dances anymore. The 16-year-old is boycotting them because to get in, he has to take a test that he thinks is unfair: Before he and classmates are allowed to enter a dance, they are asked to breathe into a device to determine whether they have consumed alcohol.

Darien is one of many schools across the state that requires students to submit to a Breathalyzer test to gain entrance. School officials say the test is a fair way to ensure the safety of all students and send a clear message of zero tolerance for underage drinking.

But Mr. Hennessy and some other students see it as a violation of privacy. “I think they are completely ridiculous and a breach of personal freedom,” he said. “What you do off school grounds should be your own business.”

In Simsbury and other districts like Southington and Clinton, students are tested not only at school parties, but also during the school day if they are suspected of drinking. The Breathalyzer, a small hand-held device, is the latest weapon in the arsenal that school officials, with the backing of concerned parents, are using to curb underage drinking.

Some schools are searching purses and bags at the door for alcohol, or prohibiting students from carrying any bags into a dance. Many schools are offering alcohol-free graduation parties and after-parties for proms to help curb drinking after major school functions.

Districts are working with parents who are willing to sign contracts that their homes are alcohol-free zones during student parties or at gatherings before or after school events. School athletes who get caught drinking or appear in pictures on Web sites like MySpace.com drinking are being disciplined and could be suspended from playing sports under new policies at many districts.

In a Connecticut School Health Survey in 2005, more than half of 12th graders, or 59 percent, said they had used alcohol during the month, along with 48 percent of 11th graders, 42 percent of 10th graders and 35 percent of 9th graders.

Over all, 45 percent of high school students surveyed said they had used alcohol, compared with 43 percent nationwide, according to the study, conducted by the State Department of Health with help from the Department of Education.

Nationally, experts say there has been progress in reducing drinking, with 26 percent of 12th graders reporting binge drinking in 2007, down from 30 percent in 2000. And school and health officials say Breathalyzer tests are one way to help reduce alcohol usage among students.

Craig Turner, vice chairman of the Connecticut Coalition to Stop Underage Drinking, said the increased testing in schools is an outgrowth of a state crackdown on underage drinking: In 2006, Connecticut enacted legislation that fined anyone providing alcohol to minors.

“Schools recognize that there is pressure on kids to drink to conform and to be accepted by the group, and they are working to set a standard that it won’t be allowed,” Mr. Turner said.

Administrators at some high schools using the tests said the incidence of drinking at dances prompted them to administer Breathalyzer tests to all students. By doing so, school officials said, they cannot be criticized for singling anyone out.

Simsbury High School purchased Breathalyzer equipment in 2006 and required students suspected by administrators of drinking at the senior prom to be tested. Twenty-one students were found to have been drinking and were suspended from school and the graduation ceremony that year, Neil Sullivan, Simsbury’s principal, said.

“It was very painful for the community,” Mr. Sullivan said. “We were calling into question whether we could even keep holding the dances.”

After consulting with parents, teachers and the School Board, Mr. Sullivan said, the school district decided to enact a new policy to test all students for alcohol before entering dances.

Simsbury now has six Breathalyzer kits, which cost a total of about $300, to test students at every dance this year.

“From my point of view, it has been a successful initiative because we have not had an episode of student drinking since we started,” Mr. Sullivan said.

Darien High School’s principal, Dan Haron, said his district also decided to administer the Breathalyzer tests to all students this year because of problems with alcohol at previous dances.

“We had a few unfortunate incidents at the prom last year where students had clearly been drinking prior to coming, and we wanted to make sure to discourage that behavior,” Mr. Haron said. “Our main goal is to make sure students are safe and, once they are at the dance, have fun in a wholesome way.”

By mandating that all students attending a dance take the test, the school can avoid criticism, which it faced in the past, that educators are unfairly picking on certain students, school officials said.

Mr. Haron acknowledged that many upperclassmen are not happy with the new policy and that attendance at dances has dropped.

“If there is a negative aspect, then it is that we’ve seen far fewer seniors at school dances than in previous years,” he said.


The Whole McDonald's Coffee Menu, Ranked

When it comes to coffee, you have a lot of options (duh). And while you may be the kind of gal who turns to Starbucks (or Dunkin') (or Tim Horton's) (or wherever) without fail, McDonald's is often overlooked as one of your go-to options. McDonald's McCafé coffee not only comes in so many forms, but it also is absolutely up there as one of the best quick-service caffeine stops around&mdashI'd be remiss if I also didn't mention that it's some of the best-priced coffee out there, too. So, sure, yes, keep at it with your PSLs and Frapps and Coolattas and such, but don't forget about McD's coffee when it comes to your mornings.

Oh! And by the way, here they all are! Ranked from worst to best. From someone who drinks a lot of coffee. Like, a lot. Aproveitar!

Despite the fact that this frappé is loaded with sugar (whipped cream! Chocolate drizzle!), its sweetness leaves something to be desired. I consulted with someone very well-versed in absurdly sweet iced coffee drinks (a man who drinks a Venti Mocha Frapp weekly, tbh) and he said he would nunca with this drink.


Assista o vídeo: Bêbado cantando hino do Voz da Verdade (Dezembro 2021).