Novas receitas

Rádio de Londres apresenta coquetéis com flores comestíveis

Rádio de Londres apresenta coquetéis com flores comestíveis

Desde que os Beatles lançaram "She Loves You", uma instituição londrina não criou tanta empolgação entre os jovens descolados do West End de Londres.

Sim, estou falando sobre o Radio, o bar da cobertura, situado no topo do ME London. Todo fim de semana, filas de um quarteirão serpenteiam ao redor do requintado hotel cinco estrelas que conquistou quase todos os prêmios de hotel possíveis desde que foi inaugurado perto de Covent Garden no ano passado. Cada bela que usa estilete, cada hipster que carrega Crombie está esperando sua vez de pegar o elevador dedicado ao décimo andar e a vista panorâmica do Rio Tâmisa, do Big Ben, do London Eye, do distrito dos teatros e outros ícones da Radio - legal Londres.

Então, como um zeitgeist começa? No caso da Radio e do ME London, já estava apontado na direção certa como a última oferta da Melia, o grupo hoteleiro espanhol cosmopolita e experiente. Mas também foi abençoado com a vantagem da localização, espremido entre Westminster e Trafalgar Square e batendo contra o West End Theatre District.

Guglielmo Marconi, o inventor italiano que foi o pioneiro na transmissão de rádio, tinha uma estação telegráfica aqui na década de 1920 e algumas das primeiras transmissões da BBC foram transmitidas neste local perto da Catedral de São Paulo.

Mas talvez o maior golpe da ME London tenha sido o tempo e a pura sorte. Ela foi inaugurada bem a tempo para a London Fashion Week 2013, por acaso do outro lado da rua da Somerset House, onde a passarela está montada e onde mais de 150 designers têm exposições.

O fato de Donatella Versace, Victoria Beckham e Diane von Furstenburg terem aparecido no ME London para julgar o Prêmio Internacional Woolmark certamente não desanimou o interesse neste hotel deslumbrante que faz uma declaração de moda por si só.

Os arquitetos Foster + Partners, em seu primeiro projeto de hotel, envolveram os 157 quartos, dois bares e três restaurantes em torno de um átrio de mármore branco de nove andares que se eleva até um triângulo distante de luz natural. Os quartos, incluindo 16 suítes, têm painéis de couro branco, janelas do chão ao teto e uma TV interativa e sistema de iluminação que requer instruções do concierge. Dos corredores escuros do hotel ao show noturno de luzes de oito minutos do átrio, o design é fresco, original e digno de todas as honras que colheu.

Mas e todas aquelas pessoas lindas esperando nessas filas? O rádio realmente valia a pena esse tipo de compromisso, especialmente quando uma grande variedade de bares do West End ficava a uma distância incrível?

Tendo a sorte de ficar no ME London (eu estava escrevendo uma história sobre a próxima exposição de Banksy a ser realizada aqui de 24 a 27 de abril) e para ver o bar que centenas de pessoas com metade da minha idade desejavam entrar, entrei no elevador que levou a suas alturas alardeadas.

Minha primeira pista de que estava prestes a receber uma surpresa foi o tamanho do menu de bebidas - 12 páginas cheias de coquetéis como Thames River Iced ME (Grey Goose, Bombay Sapphire, Bacardi, El Himador, licor de pêssego, limão e ting), o AM / FM (Bacardi, Chambord, hortelã, limão e maracujá) e Flor na Chuva (Ganso Cinzento, ruibarbo, limão, cranberry e morango).

O cardápio de vodka tinha 15 ofertas da Finlândia, Polônia e, claro, da Rússia. Mais de 16 uísques importados vindos do Japão para o clima de festa dos EUA.

Talvez a característica mais fascinante dos coquetéis coloridos no Radio sejam as guarnições de flores comestíveis, uma visão bem-vinda para um americano do meio-oeste que teve um inverno infernal. Flores vivas? Essa é uma bebida que vale a pena brindar.

Os Radio mixologistas não apenas tiram proveito de elixires perfumados como água de rosas, lavanda e sabugueiro, mas também superam muitos de seus lindos coquetéis com uma tentadora lembrança da primavera e de tudo o que isso acarreta. Obrigado, Rádio, eu precisava disso.


7 receitas secretas de coquetéis dos melhores bares de Londres

Uma coisa que sabemos sobre Londres é que a cena do coquetel é tão competitiva quanto um esporte para espectadores (e não estamos falando apenas de futebol - ou futebol, para nós, norte-americanos). Os bartenders pulam, pulam e pulam de tendência em tendência tão agilmente quanto Beckham as dobra, e trazem uma abordagem inovadora do novo milênio histórico para misturar uma bebida.

Receitas, algumas passadas de barman em barman ao longo de gerações, são cobiçadas e mantidas em segredo, enquanto os ingredientes podem variar, de vegetais frescos do jardim de ervas a infusões de bitters, frutas maceradas e ingredientes distantes como yuzu e fumaça de nogueira.

E outra coisa que sabemos: os britânicos realmente amam Gin.

Gim com tônica é a bebida preferida, com um martini de gim em segundo lugar. Gin & # 8220Palácios & # 8221 abundam, enquanto muitos hotéis e bares estão oferecendo menus especiais de degustação de Gin - nós pegamos alguns e trouxemos uma receita ou duas só para você, caro leitor - enquanto empresas de turismo como a Gin Journey (uma das seus adoráveis ​​bartenders, acima) oferecem passeios nos bairros da moda de Shoreditch e Bermondsey, em Londres (eles também oferecem viagens de gim nas cidades inglesas de Liverpool, Manchester e Edimburgo, na Escócia. Durante a turnê, você & # 8217rei guiado por cerca de cinco dos mais bares inovadores na área - nosso passeio incluiu uma parada em uma destilaria de gim, bem como no World & # 8217s 50 Best Bars, os mais conceituados White Lyan, onde até a mistura é feita na hora todos os dias, sem refrigeração e que se danem os cubos de gelo! .ginjourney.com

O Ginstitute em Notting Hill é exatamente isso. Uma instituição educacional dedicada à educação de todas as coisas do gin, desde simples experiências de degustação até master classes, orientando os hóspedes na criação de sua própria receita única de gim. Mas isso não é tudo. É parte da Destilaria, situada em um edifício histórico na Portobello Road. O local, onde pequenos lotes de Portobello Road Gin são destilados, também oferece um bar de coquetéis com destilados envelhecidos em barris e pratos britânicos clássicos no menu, um bar / resto G & ampT de inspiração espanhola e quartos, sim, dissemos quartos. Agora você pode ter uma festa do pijama em uma destilaria, dedicada a todas as coisas do gin. Saúde! www.the-distillery.london www.theginstitute.com

Com sede de mais? Percorra os segredos e receitas secretas de alguns dos melhores bares de hotéis de Londres.

The Chesterfield Mayfair Gin and Tonic Experience

Tenho uma queda pelo hotel The Chesterfield em Mayfair. Este membro do portfólio do Red Carnation Hotels foi o primeiro hotel quatro estrelas em que me hospedei como adulto sozinho, quando fui capaz de lutar por conta própria e descobrir a cidade incrível que é Londres. Desde então, eu sempre me esforcei, no mínimo, para reservar minha primeira noite em Londres lá, já que não há nenhum outro lugar como ele para curar o jet lag. Ovos mexidos preparados na perfeição na cozinha, um cappuccino seguido por um copo de espumantes no Terrace Bar é a mistura certa de proteína e pêlo de cachorro para o jet-lag - não importa a hora do dia.

Mas estou divagando. Esta história é sobre Gin. Os mixologistas do bar The Chesterfield levaram o típico G & ampT para o próximo nível. Primeiro, eles começam com o vidro. O Copa de Balón, uma grande taça em forma de balão, vem direto da região basca da Espanha, a arte do gin misturado com águas tônicas criativas e únicas foi elevado a novos patamares. Barras G & ampT brotaram por toda a Espanha, e o efeito gotejamento atingiu o vidro. Parece que seu formato de balão potencializa os botânicos e as qualidades do gin, amplificando os sabores e dando espaço para que a guarnição faça cócegas nas papilas gustativas e nos olfactórios.

Diga olá para Eddie (visto acima, preparando um de seus coquetéis moleculares - uma experiência completamente diferente, e também vale a pena), o melhor barman do hotel, e diga a ele que eu te enviei. Ele e sua equipe do bar trarão para todos uma bandeja que parece ter saído diretamente das prateleiras do boticário & # 8217s, com pequenos potes de vidro com bagas de zimbro, pimenta, flores comestíveis, cardamomo e sabores mais sensacionais, e garrafas de gim rolhadas, para que você pode misturar e combinar sua própria mistura única.

A equipe de mixologia do The Chesterfield Mayfair dividiu a extensa lista de combinações de gin tônica em sete categorias: seco, cítrico, salgado, doce, floral, suave e condimentado. Aqui, minhas três escolhas de combinações Eddie & # 8217s Gin & amp Tonic para experimentar em casa - e não se esqueça do copo de balão:

Seco: Bombay Dry Gin e tônica Fever Tree com zimbro

Citrus: Beefeater Gin e Fentiman & # 8217s tônica com um toque de limão

Floral: Bombay Sapphire and Fever Tree tônico com framboesas

Meu favorito: Floral - Martin Miller & # 8217s Gin and Fever Tree Tônico Mediterrâneo com morangos frescos fatiados e pimenta moída (parte do menu de degustação premium)

Mas precisamos de alguns petiscos para acompanhar, então não pude resistir a perguntar se a Sra. Bea Tollman, fundadora e presidente da Red Carnation Hotels, se importaria de compartilhar uma receita ou duas de sua coleção, A Life in Food. Por ser a anfitriã graciosa que é, a resposta foi sim. www.chesterfieldmayfair.com

Clique através ir para a próxima página para receitas de nozes temperadas e palhetas de queijo.

Receitas cortesia da Sra. Bea Tollman, fundadora e presidente da Red Carnation Hotels, de sua coleção, A Life in Food.

Nozes Temperadas

2 colheres de chá de canela em pó

Três quartos de uma colher de chá de gengibre em pó

1 colher de chá de coentro moído

Bata a clara de ovo com uma colher de sopa de água até formar uma espuma e, em seguida, cubra as nozes com a mistura de ovo. Misture o açúcar e as especiarias em um saco e acrescente às nozes revestidas. Asse a 125 ° C por 15 minutos, depois reduza a temperatura para 100 ° C e asse até ficar crocante.

palitinhos de queijo

1 folha loja comprou massa folhada

100g de queijo cheddar forte, finamente ralado

25g de queijo parmesão, finamente ralado

Pitada de colorau ou pimenta caiena

Desenrole levemente e alise a massa folhada em uma placa enfarinhada e polvilhe com todos os ingredientes. Enrole levemente a massa folhada novamente para comprimir o revestimento e, em seguida, pressione e dobre o rolo sobre si mesmo ao longo de seu comprimento (como fechar um livro). Corte a massa ao comprido com uma faca afiada de ponta reta em tiras de 1 cm, dê uma torção em cada tira e coloque-as na assadeira coberta com papel manteiga.

Coloque a assadeira no freezer por 20 minutos e asse os canudos em forno aquecido a 180 ° C por 15 minutos até que fiquem dourados. Deixe esfriar em uma assadeira antes de servir.

PRÓXIMO: Coquetéis no The American Bar, The Savoy, Covent Garden

The Savoy: American Bar

OK, ponto fraco nº 2: The Savoy. O motivo? Bem, é uma propriedade administrada pela Fairmont e meu orgulho canadense pela influência do True North na hospitalidade está em alta velocidade sempre que visito esta propriedade espetacular. Eu me sinto como se estivesse em casa aqui, e isso é parte da atração deste clássico showstopper no Strand, ao longo das margens do Rio Tâmisa. O renomado Savoy Theatre é seu irmão gêmeo, localizado ao lado da grande entrada de automóveis do hotel e # 8217s. E não muito longe da estrada, do outro lado da rua, está Covent Garden, o bairro famoso que está passando por um renascimento. Mas é o clássico American Bar, vencedor do Europe & # 8217s Best Bar 2016 na lista anual World & # 8217s 50 Best Bars, o que me faz querer voltar várias vezes.

No entanto, até mesmo um ícone precisa de uma pequena reforma de vez em quando, e o American Bar não é exceção. O estúdio de design dirigido por Robert Angell assumiu o projeto, prestando atenção à história de um dos bares de coquetéis mais longos de Londres & # 8220living & # 8221, com bebidas sendo degustadas aqui há mais de 100 anos. E # 8221 diz Angell, que lista Hilton, Belmond e Dorchester entre sua lista de clientes de hospitalidade. & # 8220A popularidade do bar & # 8217s é famosa e, assim, juntamente com o The Savoy, aumentamos o espaço com uma sala adicional para permitir que ainda mais hóspedes desfrutem das delícias lendárias do bar americano, contribuindo para sua história verdadeiramente única. & # 8221

Poltronas com profundidade de café expresso, teto de folha de prata e detalhes glamorosos em couro, níquel e ébano lembram a personalidade distinta da era dourada do bar & # 8217s, enquanto os bartenders de terno branco brincam atrás do Royal Circle Bar, sacudindo e mexendo. É íntimo, mas não intimidante, sofisticado, mas ainda assim alegre.

Para acompanhar as novas instalações, os bartenders criaram também um novo menu de coquetéis, inspirado em Londres e seus bairros elegantes, como Camden, e ruas descoladas como Abbey Road. No comando está o premiado barman principal, Erik Lorincz, mas Martin (acima, mostrando suas habilidades geladas), meu mestre de mixagem favorito lá, é um gênio, com coquetéis e conversa. E, claro, sendo meu favorito, ele me deu sua receita para, o que mais? Punk Rock. E sendo o menino mau que ele é, ele pulou o gim e me deu rum. Dito isso, também conseguimos duas receitas de coquetéis de gim. Afinal, estamos em Londres, então não ligue para as besteiras. www.fairmont.com/savoy-london/dining/americanbar/

PUNK ROCK (por MARTIN)

30ml SUCO DE PAMBOUTA ROSA

1/2 BARSPOON HICKORY MOLHO

Sacudir. Em um copo de pedra, despeje sobre gelo de pedra.

ESTILO DE CABELO ISO MALT AÇÚCAR

PARQUE VERDE (por ERIK)

ABBEY ROAD (por DOMINIC)

15ml XAROPE DE CHAMPANHE (receita abaixo)

Sacudir. Despeje em um cupê. Enfeite com Citrus Dust (receita, abaixo), na metade do copo

CHAMPAGNE SYRUP

Mexa até ficar completamente limpo.

Corte misturando 1 parte de xarope de champanhe e 1 parte de xarope de açúcar.

PÓ DE CITRUS

10 PELES DE LARANJA PELADAS COMO

Misture até ficar bem, sele em um saco hermético para armazenar.

SEGUINTE: Champagne e martinis, The Connaught, Mayfair

The Connaught

Bem, eu não tenho um ponto fraco - ainda - por The Connaught, mas está crescendo em mim. Especialmente a sala secreta de Champagne (acima), escondida atrás de um par de portas espetacularmente ornamentadas e através de um par de cortinas incrivelmente ricas em uma passagem de corredor. É como desembrulhar um presente e descobrir tudo o que brilha dentro dele. O quarto estreito é sexy, íntimo e, no entanto, ainda tem luz. Luz, na forma de um teto lunar oval - um óculo envidraçado que revela uma parede verde viva, uma escultura dourada em forma de Adônis e um vislumbre do pátio acima da sala. Champanhes de prestígio são servidos na mais alta das taças de cristal Baccarat, fazendo as bolhas dançarem e subirem, deliciando nossos olhos.

Mas foi o Connaught Bar que me trouxe aqui, e um desejo ardente de um martini. O vencedor de 2016 do The World & # 8217s Best Cocktail e Best International Hotel Bar foi anunciado no 10º Spirited Awards anual e escolhido por mais de 100 membros da indústria de todo o mundo. Sem dúvida, foram os coquetéis inovadores combinados com o senso teatral de Agostino Perrone & # 8217. Perrone, o diretor de mixologia do hotel & # 8217s (acima) apresentou o bar & # 8217s exclusivo Martini Trolley, mexido - nunca agitado - ao lado da mesa, com uma escolha de bitters apresentados ao hóspede. Cada aroma amargo é inalado e saboreado. Então, a partir do que o hóspede acha mais atraente, nasce um martini - único, sob medida, sempre. Perrone teve a gentileza de compartilhar conosco algumas de suas premiadas receitas de coquetéis, uma para seu fabuloso martini e outra para Champagne. Agora, eu & # 8217m também mexi.

Connaught Martini

Mistura de 15ml de vermute seco

5 gotas amargas de escolha (cardamomo, lavanda, alcaçuz, toranja, baunilha, gengibre, sementes de coentro)

Em um copo de mistura, misture o vermute e o destilado sobre o gelo e coe em uma taça de martini resfriada coberta com o amargo de sua escolha. Enfeite com raspas de limão ou azeitona.

Fleurissimo Champagne Cocktail

1 cubo de açúcar com infusão de bitters Peychaud & # 8217s

15ml (¾fl oz) Rémy Martin VSOP Cognac

5ml (1 colher de chá) licor de violeta

120ml (4fl oz) Champanhe NV

Guarnição, enfeite, adorno: 2 pétalas de rosa, 2 diamantes de açúcar

Coloque o cubo de açúcar em um cupê de champanhe resfriado, acrescente o conhaque e o licor de violeta e, em seguida, complete com o champanhe. Enfeite com as pétalas de rosa e alguns diamantes de açúcar.

Infundir o cubo de açúcar com bitters é simples: basta adicionar alguns traços sobre cada cubo e deixá-los de molho.

PRÓXIMO: Coquetel de luxo inovador no Artesian, The Langham, Londres

Coquetel de luxo inovador no Artesian, The Langham, Londres

Faça check-in no Langham London. Este é um daqueles hotéis históricos que estão cada vez melhores com o tempo. Na verdade, por seu 150º aniversário, a propriedade passou por uma reforma estratégica recentemente e, cara, essa grande dama tem boa estrutura. Tão bom, essa idade é apenas um número aqui.

Comece com coquetéis no Artesian, o bar premiado do hotel. Eleito o melhor bar do mundo em 2015 pela The World & # 8217s Best Bars Academy (www.worlds50bestbars.com) e seus 412 especialistas mundiais em bares, e The World & # 8217s Best Bar pela Drinks International Magazine quatro anos consecutivos, e um pouco de um lugar inebriante, em que você nunca sabe como seu coquetel vai aparecer. A nova equipe de vanguarda acaba de apresentar sua nova extravagância de coquetéis - Perception - onde o menu se concentra em incorporar os sentidos em cada bebida. Cacos comestíveis, fumaça e espelhos, caixas de Pandora & # 8217s, alambiques de cobre em miniatura e barris envelhecidos, babosa e agave, todos se misturam perfeitamente. Experimental, sim. E quem não gosta de experimentar? Gostamos de começar por cima. www.langhamhotels.com

Cuidado com o passo (foto acima)

Ron Zacapa 23 - Pisco de garça - Sour Sop - Fragmentos de flor de laranjeira

& # 8220Que tipo de copo você nunca beberia? Fizemos a pergunta, tínhamos muitas respostas diferentes, mas no final todos concordamos: um Vidro Quebrado. A bebida é um coquetel tropical bem balanceado, terroso e refrescante. Até mesmo os cacos de vidro quebrados causam uma surpresa. & # 8221

PRÓXIMO: Coquetéis de gin, St Martins Lane Hotel, Covent Garden

The Den, Hotel St Martins Lane, Covent Garden

Se você acha que acidentalmente tropeçou em um salão masculino, não está muito enganado. O quarto - em vez disso, & # 8220The Den, & # 8221 como eles o chamam aqui no St. Martins Lane Hotel - é uma boite luxuosa de madeira escura e couro próxima ao saguão do hotel. Conhecidos por se divertirem com coquetéis de Gin, os chefs do bar e do hotel estão agora experimentando o Chá da Tarde e, cara, eles estão se divertindo.

Não há nada de feminino nesses sanduíches salgados de chá são delícias de pão artesanal substanciais, éclairs e tortas são grandes o suficiente para compartilhar. Tivemos a sorte de bater um papo rápido com Ludovic Mesplé, o chef confeiteiro que, bem, tem jeito com doces (não deixe de comer o éclair!), E fazer um sanduíche saboroso uma coisa mais, bem, substancial. Um chá para cavalheiros, de fato. Nosso guloso agradece, Sr. Mesplé. Mas com isso em mente, ainda queremos nosso chá com Coquetel de Gin! www.morganshotelgroup.com/originals/originals-st-martins-lane-london

Coquetel: Pudim e Pye

Quantidade de Ingredientes

Bombay Sapphire 50ml
Fever-Tree Tonic 200ml
morango 1
Fatia de limão 2
Mint Sprig 1

Copo: Copo de gim com gelo em cubos

Método: Aumente a bebida sobre o gelo em cubos. Despeje 50ml de Bombay Sapphire no copo seguido de 200ml de tônico Fever-Tree. Mexa com uma batedeira. Para decorar adicione o morango, a fatia de limão e a hortelã.

SEGUINTE: Coquetéis para dois no Polo Bar, The Westbury Hotel, Mayfair

Coquetéis para dois no Polo Bar, The Westbury Hotel, Mayfair

Os mixologistas do Polo Bar do Westbury Hotel definitivamente acertaram em muitas coisas, mas esta está no topo da minha lista: é fácil sentir inveja dos coquetéis quando você vê as misturas mágicas que chegam à mesa. Mas não há razão para duvidar de sua escolha de bebida. Se você não tiver certeza de qual libação deve ter, eles fornecerão uma mini versão da bebida de seu companheiro para experimentar. Brilhante. E agradável à vista também, servido em minicupes e taças de martini, você não verá o dobro, apenas uma versão mini-eu.

O Westbury também é um grande fã do teatro e está oferecendo um menu pré-teatro exclusivo no Tsukiji, seu restaurante japonês do tamanho de uma caixa de joias - amamos o interior de madeira vermelha compensado por grandes janelas exibindo o Mayfair descolado e # 8216 - sim , dissemos menu pré-teatro japonês. E porque não? A comida aqui é leve e fresca, e o menu muda conforme a estação.

Óptica à parte, se você tiver tempo para tomar uma bebida antes do teatro ou depois do teatro, coquetéis clássicos com um toque histórico estão no topo do cardápio no Polo Bar e um renascimento das receitas pré-proibição estão abrindo o apetite dos barmen e patronos, igualmente. E você não pode deixar de querer ficar e apenas saborear. Dos brilhantes cristais Swarovski e luxuosos detalhes Fendi ao brilho dos habitués do bar e # 8217s, o quarto é uma parte da experiência neste premiado ponto de encontro. www.westburymayfair.com

Aqui, duas receitas históricas que achamos que você gostará de experimentar:

príncipe de Gales

Composto por Albert Edward, Príncipe de Gales, mais tarde Rei Edward VII. Use uma taça de champanhe para este coquetel.

Uísque Bulleit Rye, batido com maraschino, suco de abacaxi, angostura e xarope de açúcar. Coroa com Champanhe.

Coquetel De Smoking

Adaptado de Harry Johnson & # 8217s Bartender Manual, 1882. Use uma taça de martini.

Gin Old Tom Hayman & # 8217s misturado com vermute seco, maraschino, bitters de laranja e absinto, servido direto.

PRÓXIMO: Dukes Bar, Ian Fleming, James Bond e um martini matador

Dukes Bar, Ian Fleming, James Bond e um martini matador

Quando Alessandro Palazzi se juntou à equipe do Dukes Bar no Dukes Hotel London (um membro dos Pequenos Hotéis de Luxo do Mundo) como barman chefe, há 10 anos, ele já estava bem versado na história deste bar de luxo. A escrita de & # 8220Ian Fleming & # 8217 me inspirou a criar o menu & # 8221 ele me diz, enquanto prepara, à mesa do lendário bonde Dukes, um de seus agora mundialmente famosos martinis. & # 8220É & # 8217 aqui, que Fleming também se inspirou, para escrever a linha & # 8220 tremida, não mexida & # 8221 para o martini Vesper. Palazzi, é claro, mistura o Classic Vesper (com Gin e Vodka), e suas reviravoltas em Vodka martinis clássicos, incluindo Odd Job (com Galliano) e Le Chiffre (uma pitada de licor de laranja) e coquetéis como Miss MoneyPenny (Ivan the Terrible Vodka, triple sec, limão fresco e, naturalmente, suco de maracujá), entre muitos outros, inspirado nos livros de 007. Um amigo e colega bebedor me avisou que os Martinis são espetaculares em Dukes, mas são potentes. Mesmo uma segunda ajuda pode me fazer girar, só um pouco.

Eu, no entanto, não pude resistir a outra coisa de seu menu, Strangways, em homenagem ao malfadado personagem James Strangways, um agente do MI6 estacionado na Jamaica e também espião de James Bond. Para os Strangways, Palazzi combina:

Palazzi o serve em um cupê vintage resfriado. Impressionante e delicioso.

Como você pode ver em suas receitas minimalistas, Palazzi gosta de fazer um estilo livre com suas medidas, nada & # 8220exato & # 8221. & # 8220Já existem regras demais para serem lembradas na vida & # 8221, ele diz, & # 8220 portanto, seu Martini não deveria & # 8217 vir com um conjunto de instruções. & # 8221 Ele sugere misturá-lo um pouco e personalizar seu Martini. Quer mexer, em vez de sacudir? & # 8220Vá em frente! & # 8221 ele diz, & # 8220se você ama um Martini de uma certa maneira, isso & # 8217 é o que o torna a bebida mais memorável e perfeita de todas.

Aqui, outra de suas receitas que você pode experimentar em casa, inspirada na última primavera & # 8217s Chelsea Flower Show. & # 8220 Um martini por dia, & # 8221 diz Palazzi, & # 8220 mantém o médico longe. & # 8221 Beberemos para isso. www.dukeshotel.com/dukes-bar/ www.slh.com

Martini de flores silvestres

(Aromas mediterrâneos para um Martini britânico)

Dica: Com um gin artesanal londrino destilado com ingredientes vegetais caseiros da Toscana, este Martini evoca a região. Os elementos de ervas como folhas de oliveira, tomilho e verbena de limão vêm, entretanto, enquanto o funcho selvagem é discreto, mas deliciosamente colocado para aumentar a profundidade.


Espíritos: Flower power acorda coquetéis

1 de 3 Jacqueline Patterson, gerente de bar em Orson, com duas de suas bebidas, Lady of Shanghai (à esquerda) e Sunrise Salutation (à direita), em São Francisco, Califórnia, em 16 de maio de 2008. Foto de Craig Lee / The San Francisco Chronicle Foto de Craig Lee / SFC Mostrar mais Mostrar menos

2 de 3 Sunrise Salutation, uma bebida feita por Jacqueline Patterson, gerente de bar no Orson, em San Francisco, Califórnia, em 16 de maio de 2008. Foto de Craig Lee / The San Francisco Chronicle Foto de Craig Lee / SFC Show More Show Less

Seria fácil associar a fixação de Jacqueline Patterson por flores ao seu gênero. Afinal, o gerente do bar do Orson em San Francisco está entre a minoria na cena de mixologia predominantemente masculina da Bay Area. O problema com esse argumento é que ela recebe muitas flores do chef de cuisine e chef pâtissier de Orson. Ambos são homens.

No entanto, há algo inegavelmente feminino sobre as flores comestíveis frescas, essências florais e licores que povoam o mundo de Patterson - flores de cebolinha picante, pétalas de nasturtium em Technicolor, flores exóticas de osmanthus infundidas em espuma - tudo o que dá um tom perfumado e fantasioso a seus coquetéis.

Em qualquer caso, Patterson não está sozinho no uso de flores e destilados à base de flores em coquetéis. Depois de estrear no ano passado, o licor de flor de sabugueiro St. Germain trabalhou seu caminho em praticamente todas as listas de coquetéis importantes na Bay Area, ao ponto do exagero. Mas o sucesso do licor francês feito com flores de sabugueiro colhidas nos Alpes levou a muitos outros coquetéis inspirados em flores que fazem uso criativo de ingredientes clássicos como água de rosas e creme de violette.

Patterson e vários outros bartenders dão um passo adiante, concentrando-se em ingredientes locais e sazonais, como flores de vegetais e flores silvestres forrageadas, e experimentando ingredientes esotéricos como flores cor de malva secas. Com tudo em flor na primavera, não faltam ideias de flores que emanam da fazenda, do jardim ou mesmo da calçada.

No Orson, o chef de cozinha Ryan Farr pode colher uma flor de rúcula apimentada para Patterson experimentar. Mais tarde, a flor aparece como um enfeite em um gimlet de pepino. "Você realmente sente o sabor da própria rúcula. Quando você a morde, é uma espécie de surpresa", diz Patterson.

Combinações de sobremesa e coquetel

Ela e o chef pasteleiro Luis Villavelasquez colaboram na combinação de coquetéis e destilados que acompanham cada uma das sobremesas de Orson, muitas das quais também possuem elementos florais. Uma sobremesa que já não consta do cardápio chamada Fleur de Blue - ravióli de batata azul recheado com creme de violeta de chocolate branco e servido com sorvete de lavanda - acompanha o Purple Rain, uma bebida que combina absinto, champanhe e creme de violette.

Indisponível até cerca de nove meses atrás, o creme de violette está fazendo um grande retorno tanto em coquetéis criativos de champanhe como o Patterson's, bem como em bebidas clássicas. Durante anos, os barmen tiveram de ficar sem ele ao fazer bebidas como o Aviation, o coquetel de gin com suco de limão e licor de maraschino. Agora que está sendo importado novamente da empresa austríaca Rothman & amp Winter, há muitos Aviations em tons de lavanda pela cidade.

Água de rosas é outro ingrediente clássico do bar. Ele adiciona fragrância ao Moonwalk, que Joe Gilmore criou no Savoy Hotel de Londres em 1969 para celebrar o primeiro pouso na lua. Geralmente é feito de partes iguais de suco de toranja e Grand Marnier e algumas gotas de água de rosas servidas com um toque de champanhe.

No Alembic Bar, em São Francisco, água de rosas e cardamomo acrescentam o que o cardápio chama de "um pequeno toque turco no francês 75", em uma criação da casa chamada Mediterranean Homesick Blues, também feita com destilaria nº 209 gin, suco de limão e Prosecco.

Durante sua recente corrida inicial, um casal de bartenders locais - como Brian Lewis em Nick's Cove em Marshall - se envolveu com Crispin's Rose Liqueur, um produto artesanal feito pela Greenway Distillers em Redwood Valley (Mendocino County), perto de Ukiah. Crispin Cain faz o licor de produção limitada com 17 variedades de rosas cultivadas por sua esposa, Tamar.

Erik Ellestad, um entusiasta de coquetéis locais que está examinando cada receita do "Savoy Cocktail Book" de 1930 (que pode ser visto em seu blog Underhill Lounge em underhill-lounge.flannestad.com), aponta outros usos históricos das flores atrás do balcão. As flores de absinto são usadas na fabricação de absinto e muitas flores diferentes são usadas para fazer bitters, como a malva.

Alguns bartenders pensam que o onipresente licor de flor de sabugueiro St. Germain e o xarope de flor de sabugueiro D'Arbo da Áustria podem ter chegado ao fim. Embora você também veja St. Germain em outras cidades, "definitivamente tem um controle mortal sobre San Francisco", disse Neyah White, gerente do restaurante Nopa em San Francisco.

Águas perfumadas

"O que vem a seguir são coquetéis feitos com Veloce, ou Dimmi", acrescenta, referindo-se a um novo produto chamado Dimmi - o nome acabou de mudar de Veloce devido a um processo - feito com vodka de ervas e flores de pêssego e damasco infundidas na grapa .

Além de usar esses produtos, White faz água de rosas destilada em casa, água de flor de cerejeira e água de jasmim, que ele pulveriza em cima de uma bebida, além de um enfeite de flores frescas para criar um aroma mais intenso.


Martini de Maracujá

Não poderíamos fazer uma lista de coquetéis com Passoa sem incluir essas belezas Martínis de Maracujá são apenas um clássico, não são? Mas acredite em mim, conseguir a receita certa pode ser bem complicado em casa e muitas vezes pode acabar muito doce. Dica principal: certifique-se de segurar a parte superior da coqueteleira quando começar a jogá-la ao redor e fingir que é um garçom em um bar chique. A última vez que fizemos em casa, eles continham glitter comestível, e adivinhe de quem é o namorado querido que mandou aquela coisa laranja, brilhante e pegajosa voando por todo o nosso piso de madeira? Eu ainda estava captando pedaços de glitter quando o sol brilhou semanas depois.

Faz um Martini:
25ml de vodka de baunilha
25ml Passoa
15ml de xarope de baunilha
15ml de suco de limão
1 maracujá por coquetel

Corte o maracujá ao meio, retire todas as sementes e coloque na coqueteleira. Amasse as sementes com a vodka de baunilha. Adicione Passoa, xarope de baunilha, suco de limão e cubos de gelo. Dê uma boa batida e coe para uma taça de martini, certificando-se de que não haja sementes de maracujá perdidas ali.

Sirva com uma dose de prosecco à parte.


Os 29 melhores coquetéis de champanhe que vale a pena dar uma festa

Champanhe não é apenas para comemorar (embora também seja ótimo).

Embora seja ótimo comemorar com champanhe, também é muito mais do que isso. O alimento básico do Ano Novo é uma ótima base para um spritz, ou uma margarita, ou um ponche adulto, ou qualquer número de coquetéis e mdashnot para mencionar, a clássica mimosa (um favorito pessoal). É hora de ver o champanhe sob uma luz totalmente nova, desde receitas com dois ingredientes até opções mais complexas. Allow me to present 29 champagne cocktail recipes from some of the world's best bartenders and champagne brands. Whip these out the next time you want to impress guests&mdashor just treat yourself. (Hot tip: Sub in prosecco instead of champagne if you're on a tight budget.)

Ingredientes:

8 onças Smirnoff No. 21 Vodka

Orange slices, mint for garnish

Stir together pomegranate juice and Smirnoff No. 21 Vodka in a large punch bowl. Stir in champagne. Add orange slices and Arils. Serve garnished with mint and fruit. Serves 11.

Ingredientes:

45 ml Tullamore D.E.W. Original

2 Dash Angostura Orange Bitters

2 Barspoons White Granulated Sugar

30 ml Green Tea (Strongly Brewed)

In a shaker, add sugar, bitters, and green tea. Mexa para dissolver o açúcar.
Add apple liqueur, Tullamore D.E.W., and ice. Hard shake and strain into a coupe glass. Top with chilled champagne and garnish with a fan of apples.

Courtesy of Tullamore D.E.W.

Ingredientes:

1 ¼ Cups chilled pomegranate juice

1 Bottle Mezza di Mezzacorona

1 Fresh pomegranate, seeded

Combine 1 ¼ cups of chilled pomegranate juice, 1 ½ oz of Cointreau Liqueur, 1 bottle of Mezza di Mezzacorona, ice, fresh pomegranate seeds and cranberries in a punch bowl. Serve in wine glasses.

Ingredientes:

1/2 onça Rosemary Honey Syrup

1,25 onças. Ardbeg 10-Year-Old Scotch Whisky

Combine Ardbeg, lemon, and rosemary honey syrup in a shaker and add ice. Shake and strain into a coupe. Top with 3 oz. Chandon Brut. Garnish with rosemary & lemon peel.

*Rosemary Honey Syrup Recipe:

1/2 cup Fresh Rosemary Leaves, roughly chopped

2 cups Honey, clover or other mildly flavored

Pour honey and water into a saucepan and place over very low heat. Add rosemary leaves and simmer, stirring occasionally for about 10 minutes, until mixture is fragrant. Remove pan from heat and let cool for 5 minutes. Using a fine mesh strainer, carefully pour the honey through a sieve. Discard the rosemary leaves. Let mixture cool to room temperature, about 30 minutes. Transfer rosemary honey to an airtight container. Add a sprig of fresh rosemary to the honey. Store at room temperature for 24 hours, then place in the refrigerator.

Ingredientes:

2 onças Mount Gay Rum Black Barrel

3/4 onças Honey Water (1:1 Honey to Water)

Add Mount Gay Rum Black Barrel, Fresh Lime Juice, Honey Water and Mint Sprigs to cocktail shaker. Add ice and shake. Fine strain into chilled coupe. Finish with float of Champagne and garnish with Mint Leaf.

Courtesy of Mount Gay Rum

Ingredientes:

3 dashes Peychaud's Bitters

Shake Cointreau, tequila, and lime juice with ice, and strain into a chilled flute. Top with Champagne and bitters. Garnish with a red rose petal.

Ingredientes:

1 1/2 onças. Oban 14 Year Old Single Malt Scotch Whisky

Fresh Mint Sprig for garnish

Combine Oban 14 Year Old, peach puree, fresh lemon juice and simple syrup into a cocktail shaker with ice. Shake well. Strain contents into a Coupe glass. Fill to top with champagne and garnish with fresh mint sprig.

Ingredientes:

1 onça The Botanist Gin &ndash approx. 2 colheres de sopa

¼ oz. Fresh Lemon Juice &ndash approx. 1.5 teaspoons

½ oz. Lavender Syrup* - approx. 3 teaspoons

3 ¼ oz. Champagne &ndash approx. 6.5 tablespoons or 100ml

Combine all ingredients in a champagne fluteTop up with Champagne Garnish with sun-dried meyer lemon and edible flowers as garnish such as lavender blossom, violas or elderflower

*Lavender Syrup Recipe:

3 tablespoons fresh lavender flowers

Combine water and sugar in a pot and stir well so the sugar doesn&rsquot stick to the bottom. Bring to a low to medium simmer for 10 minutes ensuring all of the sugar crystals are dissolved. Remove from heat and stir in lavender flowers. Let flowers steep for 1 hourStrain syrup and discard flowers. After use store in the fridge to maintain freshness

Cortesia de The Botanist Greenhouse Pop-Up at Rosewood Sand Hill

Ingredientes:

3 dashes of grapefruit bitters

Chill 15 mL Aperol and three dashes of bitters and pour over ice in a large white wine or cabernet-style glass. Top with Ice Impérial and garnish with a grapefruit twist.

Ingredientes:

2 onças Aviation American Gin

1/2 onça Freshly pressed lemon juice

In a pint glass, muddle raspberries and mint. Next, add the spirits & mixers (through simple syrup). Then, fill with ice & shake vigorously. Finally, ffinely strain into an ice filled glass. Top with Brut Champagne. Garnish with a large mint sprig stuffed lemon wheel

Ingredientes:

1 1/2 onças. Talisker 10 Year Old Single Malt Scotch Whisky

Combine Talisker 10 Year Old, fresh lemon juice, and simple syrup into a cocktail shaker with ice. Shake well. Strain contents into a Flute glass. Fill to top with champagne and garnish with a twist.

Ingredientes:

1 colher de chá. St. George Pear Brandy

6 oz, chilled demi-sec Champagne

Coat the inside of a Champagne flute with pear brandy, then fill with bubbly. Garnish with thin slices of fresh pear. Festive, elegant, easy!

Courtesy of St. George&rsquos Spirits

Ingredientes:
1 onça Nolet&rsquos Gin

1 onça Giffard Pamplemousse

Combine the Nolet&rsquos Gin, Giffard Pamplemousse, Lillet Rosé, and Aperol, and pour into an AP wine glass. Next, add the Chandon sparkling wine. Top with regular ice and gently stir. Garnish with a grapefruit peel.

Courtesy of CATCH Hospitality Group

Ingredientes:

2 onças of Seagram&rsquos Pineapple

Garnish with strawberry and citrus peel

Add everything to a shaker except the champagneShake then strain into champagne glassTop with champagne and garnish with strawberry and citrus peel.

Cortesia de Beautiful Booze

Ingredientes:

1 ½ parts St-Germain Elderflower Liqueur

Fill a tall Collins glass with ice. Add Champagne first, then St-Germain, then Club Soda. Stir completely and then garnish with a lemon twist.

Ingredientes:

1 bottle Health-Ade Pomegranate Kombucha, chilled

2 onças Pomegranate Juice, chilled

2 onças St. Germaine LiqueurPomegranate seeds/pariels, optional for garnish

In a pitcher, combine the Health-Ade Pomegranate Kombucha, champagne, St. Germaine, and pomegranate juice.Gently stir the drink and adjust the flavors as necessary to suit your taste.Add in pomegranate seeds to the mixture and allow to float on top.Fill four glasses with ice, and pour the cocktail over the top.Garnish with additional pomegranate seeds and edible flowers for fun.

Courtesy of Health-Ade Kombucha

Ingredientes:

1 1/4 oz. freshly squeezed pomegranate juice or POM Wonderful 100% Pomegranate Juice

1 colher de chá. Elderflower Liqueur

Prepare fresh pomegranate juice, if necessary.* Stir all the ingredients over ice to chilled, and strain into a pre-chilled cocktail glass. Garnish with a food-grade rose petal or other edible flower if roses are not available. Sirva e divirta-se!

Courtesy of POM Wonderful

Ingredientes:

3 wheels English cucumber

In a mixing glass, muddle Hendrick's Gin, lemon, simple syrup and cucumbers. Ice, shake well and fine strain into a flute. Top with Champagne.

Courtesy of Hendrick&rsquos Gin

Ingredientes:

1/2 oz Luxardo Maraschino Liqueur

1 Colher de Sopa. Luxardo Amaro Abano

Stir the cherry juice, Maraschino, bitters and Amaro in a mixing glass with ice. Strain into a cocktail coupe and top with Champagne. Garnish with a sprig of thyme.

Ingredientes:

Pour Chambord into a flute glass. Top with champagne. Finish with the raspberry.

Ingredientes:

2 0z. Red Brussel Sprout Extract

Build lemon juice, ginger syrup and vodka into shaker. Shake and strain into coupe glass. Top with champagne. Float Jägermeister and red Brussel sprout extract on the top of the drink. When combined with the citrus, the extract changes from blue to ultra violet.

Ingredientes:

1/2 onça Patrón Citrónge Orange

4 dashes Peychaud's Bitters

3 traços Angostura Bitters

3 onças Champagne+ Orange peel for garnish

Stir together tequila, Citrónge, and bitters in a chilled champagne glass. Top with cold champagne or sparkling wine. Garnish with a long twist of orange peel.

Courtesy of Patron Extra Anejo

Ingredientes:

Muddle 6 raspberries or .5oz Raspberry LiquorShake and strain over ice and top with sparkling wine. Garnish with lemon peel and raspberries.

Ingredientes:

2 onças freshly squeezed grapefruit juice

Combine grapefruit juice, lime juice, and tequila in a glass. Stir and add ice. Pour in champagne and gently stir again. Add fresh Grapefruit and orange slices and rosemary spring for garnish.

Courtesy of Tres Agaves Organic Blanco Tequila

Ingredientes:

Peels of 3 lemons and 1 orange

Juice of the peeled lemons and orange

1 liter of strong, unsweetened tea (preferably green tea)

Muddle sugar and citrus peels in the bottom of a large punch bowl.Let sit for about 2 hours (Optional but will add flavor.) Stir in the juice of the peeled fruit, tea and Maker's Mark Bourbon leaving the citrus peels in the bowl. Top the punch bowl with champagne just before serving. Mexa suavemente. Ladle into serving glasses over ice and garnish with freshly grated nutmeg.

Cortesia de Maker's Mark Bourbon.

Ingredientes:

1/2 oz Moet & Chandon Champagne

Pour NOLET&rsquoS Silver, lemon juice, and Grand Marnier into a mixing glass with ice. Shake well. Strain into a Champagne flute. Top with Champagne. Garnish with a lemon twist.

Courtesy of NOLET's Silver Gin

Ingredientes:

20 ml Hysterie Liqueur-Passion Fruit, Curry Leaf, Turmeric Powder

30 ml Perrier-Jouet Grand Brut

Combine all ingredients together-Let rest overnight, coffee filter strain-Serve over ice block into a martini glass-Top up with Perrier-Jouet Champagne

Courtesy of Scarfes Bar at Rosewood London

Ingredientes:

1 onça Finlandia Grapefruit vodka

1/2 onça St Germain Elderflower liqueur

2 oz chilled Q Grapefruit Mixer (Tony uses Q specifically for its VERY high carbonation levels and its drier, less sweet flavor profile &ndash it&rsquos sweetened with organic agave nectar rather than sugar or high fructose corn syrup)

In an ice-filled large wine glass add Finlandia Grapefruit and St Germain, stir to chill. Spritz with chilled Q Grapefruit and champagne, stir once. Garnish with white edible flowers and slices of Ruby Red grapefruit.

Cortesia de Tony Abou Ganim, Libertine Social House in Las Vegas, NV.

Ingredientes:

3 parts Jägermeister spritz batch

1½ parts Champagne/sparkling wine

Build in wine glass, add 5 or 6 ice cubes. Garnish with thyme, star anise, and orange zest.

Created by Brian Prugalidad at Campfire Restaurant in Carlsbad, CA.

For more stories like this, including celebrity news, beauty and fashion advice, savvy political commentary, and fascinating features, sign up for the Maria Clara newsletter.


For the red fruit syrup (makes 175ml)
175ml gomme syrup
35g fresh raspberries

Para a bebida
80ml vodka
1 squeeze fresh lime
100ml cranberry juice
100ml orange juice
15ml crème de pêche de vigne
– we use Giffard’s
30ml red fruit syrup (see above)
100ml ginger ale
Slices of lemon and raspberries, mint sprigs and edible flowers
, to garnish

First make the red fruit syrup. Put the gomme syrup and raspberries in a plastic bag, seal and put in the fridge for 24 hours (or in a 60C pan of warm water for an hour). Strain into a clean bottle or jar and store in the fridge, where it will keep for up to 10 days.

Put a couple of big handfuls of ice into a serving bowl, then pour over all the liquids in order. Float the lemon, raspberries and edible flowers on top, arranging them so it looks pretty, then tuck a few mint sprigs in between. Ladle into tumblers or rocks glasses and serve.

Alessandro Tobaldi, group bar manager, Gloria and Circolo Popolare, London.


The best easy cocktail recipes for outdoor parties

From today, groups of up to 30 can meet outdoors as lockdown eases a further notch, and that means (weather allowing, of course) that al-fresco drinks parties are back on – a cause for celebration.

Time, then, to revive the “batch” cocktail or summer punch, something you can scale up to refresh a crowd. I’m sharing eight recipes, all relatively easy to make and which don’t require buying lots of expensive and obscure ingredients (nor do they call for syrups or cordials to be made in advance). They major on truly summery flavours, be that elderflower, mint, vibrant fruit juices or sparkling wines, and each has a refreshing, mouth-watering style of its own.

Don’t be afraid to adapt them to suit your taste (or those of your guests) – there are no hardline rules here, so if you prefer cava to crémant as your sparkling base, or want to sub in gin for vodka, or cherry juice for cranberry, then go for it. Each recipe makes six drinks, so can be scaled up or down to suit.

After so many months without gatherings like these, indoors or out, you may need to dig out, dust down and polish your glasses, cocktail shakers, pitchers and so on. I will consider this quite a pleasure – and am getting in some fancy cardboard straws and beautiful paper napkins. I even plan to festoon an outdoor table with flowers. Let’s party again.

Top tips for al fresco drinks

  • Always try to keep drinks cool, so start off with chilled wines (even the lighter reds) and chilled cocktail ingredients, then put back in the fridge or plunge into an ice bucket between servings. You don’t have to have a special ice bucket – any large, clean container is fine.
  • Unless a recipe calls for crushed ice, make or buy the largest ice cubes you can find, both for the ice bucket and your drinks, as they are slower to melt.
  • Anything goes when it comes to garnishes, so let your imagination run wild (literally, in the case of foraged berries and leaves) but make sure your picks are edible and unsprayed. Always wash them before using. Ideas include fresh herbs such as tarragon, basil and rosemary (use the tender top sprigs) small berries such as redcurrants and blueberries, which look especially good bouncing about in sparkling cocktails whole strawberries sliced at the base and perched on the rim of a glass tiny pretty flowers or individual petals.
  • To avoid unwanted guests buzzing around, be prepared to close or cover opened bottles including sweet mixers and juices, and put away unused chopped fruit and sticky chopping boards – anything that might attract wasps or flies.
  • The best wines for warm-weather, al-fresco gatherings are, in general, crisper and lighter styles. Youthful wines, generally unoaked, are better than older, heavier styles, and those with bright fruit flavours appeal most. The only exception is for barbecues, when richer wines such as New World chardonnays and shirazes are best for standing up to chargrilled, smoky food and strongly flavoured marinades.
  • Buy wines that are easy to transport in and out, and which reseal easily – corks are out, so to speak, in favour of screw-caps, and do look at other formats such as pouches, bag-in-a-box and magnums (see below).
  • Never forget to provide decent soft drink options, whether making mocktails or buying in non-alcoholic wines, beers or spirits. And make sure there is plenty of chilled water to refresh all.

Shop-bought stars for entertaining

Domaine Jones Rosé 2020

French-based British winemaker Katie Jones has delivered a gorgeous rosé from the last vintage made from red carignan and grenache grapes with a little white muscat. Red cherries and strawberries abound, the finish is succulent and dry. Screw-cap.

Castellore Frappato 2020

This is the kind of red – ripe, soft, low tannin – that benefits from a light chill to bring out its succulent red berry fruit. There’s a raspberry and black cherry core to it perfectly good on its own or matched with charcuterie. Screw cap.

Domaine of the Bee ‘Field of the Bee’ 2020

Cotes Catalanes, France (13%, bibwine.co.uk, £36 for 2.25 litres)

Premium bag-in-a-box, containing the equivalent of three bottles so well suited to large gatherings. Apricots and oranges mix in a ripe but dry blend of grenache gris, grenache blanc and roussanne from south-west France that can take on plenty of buffet stalwarts.

Dog on the Tuckerbox Chardonnay

South-eastern Australia (13%, M&S, £13 for 1.5 litres)

An easily carried pouch containing two bottles’ worth of succulent, ripe Aussie chardonnay, tasting of pineapple and peaches, dry and fresh. It’s meant to be fun, and it is. Match with salmon, chicken or vegetable quiches.

Taste the Difference Conegliano Prosecco

Veneto, Italy (11.5%, Sainsbury’s, £21 for a magnum)

One of the best high-street proseccos, sourced from the high-quality Conegliano area of the Veneto region, here in crowd-pleasing magnum form. It’s super-fresh with masses of lively bubbles and fresh apple and pear fruit.

Everleaf Forest Non-Alcoholic Aperitif

A cleverly concocted, lightly bittersweet blend of 14 botanicals including orange blossom, saffron and cassia bark for a fine booze-free aperitif best topped up with tonic and ice. Add mint, cucumber slices and fruit pieces as you wish.

Easy cocktail recipes

English blossom

Nothing conjures up early summer as well as elderflower. In this refreshing non-alcoholic drink, its floral sweetness is cut through by lime juice and ginger.

Damson Dance

It’s called “dance” because the small bubbles bustle about the drink. You can use bitter sloe gin instead, if you like.

Apricot Passion

Hugely fruity and tangy, this is a shorter drink with a little less alcohol than some…

Gin and mint

A cool, elegant drink. You can add more “bite” to it with a dash of fresh lemon juice for each serve, if you like.

Sangria

There are heaps of variations on Spain’s summer cup sangria, but this my favourite take. Feel free though to play around with it (you can even use rosé or white wine instead if you like…)

Blushing Bellini cocktail

This has a lovely ruby-red hue and sweet cassis depths.

Sorrento Sparkle

Two of Italy’s most popular drinks duet here: the gorgeous lemon liqueur of the Amalfi coast and Veneto’s fizz.

Canada Flag Fizz

The sweetness of maple syrup is lifted by the tart streak of cranberry juice here.


Cocktails you can make at home

1. Black Maple

'I'm a proud Canadian expat, and my house drink is something I call a Black Maple: Johnnie Walker Black on ice with a just a splash of a Canadian whiskey-and-maple-syrup liqueur called Sortilège that I pick up at the duty-free shop when I cross that border. It's very much a winter-warmth, après-ski kind of vibe.' &ndashAdam Feldman, North America Theater & Dance editor

2. Skinny Margarita

'I can&rsquot take credit for the skinny margarita, but I&rsquove got mine down so well that I can whip it up faster than a bartender at a crowded Miami club. I always make a double (because why not?) so it's 4 ounces of Casamigos blanco tequila (my fave!), 3 ounces of fresh-squeezed lime juice, and .5 ounce of agave&mdashand that&rsquos it. If you like an extra kick, which I do, rim the glass with Tajin before serving.' &ndashVirginia Gil, Miami editor


London’s Radio Features Cocktails With Edible Flowers - Recipes

Whilst outside we are all starting to think about Christmas and the frost has finally reduced the last of the edible flowers to pulp, in my head I am planning the flowers that we are going to grow for next year and we already have three times the number of weddings in the 2014 order book than we had this year which is very exciting.

I'm not sure whether it is because the weather has been kinder to us this summer or whether is it because people are growing more adventurous about eating flowers but we've had a lot of flowers going out all over the country for cocktails and other summer drinks this year. We have edible flowers heading to London for the cocktail set to smart catering companies for corporate events and weddings to one of my favourite customers who is producing a cocktail book next year (but more on that later) and also directly to brides for their wedding drinks.

Maddocks Farm Organics edible flowers also appeared in cocktails on the sofa at RHS Chelsea Flower Show where they were enjoyed by Alan Titchmarsh and Joe Swift and in Lavender cocktails on Sunday Brunch where they were tried by the lovely Simon Rimmer, Tim Lovejoy and their guest, Olympic Athlete, Christine Ohuruogu.


My favourite wedding of 2013 was that of the lovely Carla and Nick . Carla's fabulous mum Marion and her partner Cliff have been working at Maddocks Farm Organics for nearly18 months under the WWOOFing scheme so they are very much part of the family and Carla and Nick's wedding was the first opportunity for Maddocks Farm Organics to grow traditional wedding flowers for Carla's bouquet and to decorate the venues instead of just the usual edible flowers - extremely nerve wracking stuff but the bride was extremely happy and Marion did a wonderful job of arranging everything.


5 Atlanta cocktails that are almost too pretty to drink

Nothing quite captures the essence of spring flowers. Their addition spruces up almost anything, including a mixed drink. Cocktails all are about balance — sweet and bitter, sour and savory — but flowers’ aesthetic appeal and blossom flavor can transform a drink.

We scouted spots in Atlanta currently serving cocktails almost too pretty to drink. Here are five drinks you may want to try, plus an easy recipe to impress guests at home.

Credit: Kathryn Fitzgerald Rouse

Credit: Kathryn Fitzgerald Rouse

California Lady at Rising Son

The California Lady is as striking in flavor as its pretty lavender hue. The beautiful gin infusion of spring violets and bright citrus peel mixes perfectly with a fresh lemon and ginger cordial and a poppy liqueur. A calendula blossom floats on top. “I love using flowers and herbs from my gardens, because it makes me feel completely fulfilled, when I know not only am I making concoctions, but I’m growing what is in them, and garnishing it with what I grow,” co-owner Kathryn Fitzgerald Rouse said. The restaurant sources vegetables, herbs and flowers from Rouse’s home garden, as well as a larger farm 21 miles away in Rockdale County. “I feel alive when I grow flowers and herbs it puts me in a peaceful place,” she said.

Rising Son. 124 N. Avondale Road, Avondale Estates. 404-600-5297, risingsonavondale.com.

Star Tropic at Wrecking Bar Brewpub

Bartender Megan Chaffin combines Plantation Pineapple rum and Gran Classico aperitif amaro with lime juice, pineapple syrup, and bitters over a large ice cube. “It’s a little tiki and a lot of yummy,” said managing partner Stevenson Rosslow. Pea flowers from Wrecking Barn Farm in Loganville add more than loveliness. “They are edible, and have a springy, sweet pea flavor, and work both as a visual and tasty garnish to the drink,” Rosslow said. They use a handful of other edible flowers from the restaurant’s farm on plates from the kitchen, as well.

Wrecking Bar Brewpub. 292 Moreland Ave. NE, Atlanta. 404-221-2600, wreckingbarbrewpub.com.

Credit: Courtesy M-Squared Public Relations

Credit: Courtesy M-Squared Public Relations

She Smiled Sweetly at Bar Margot

The She Smiled Sweetly is a new addition to Bar Margot’s menu. It’s the title of a soundtrack song from the movie “The Royal Tenenbaums,” to which the restaurant-bar pays subtle homage. Lead bartender Tokiwa Sears stirs together rhubarb-infused vodka, Cappelletti aperitivo, lemon juice and peach bitters, and tops it off with various edible flowers. “I enjoy garnishing cocktails with edible flowers, because it’s pretty, and adds to the aesthetic,” Sears said. “Flowers make me happy and make me smile, which I think is why people give flowers to those they like or care about.”

Bar Margot. 75 14th St. NE, Atlanta. 404-881-5913, barmargotatl.com.

GI Jane at Paper Crane Lounge

Bartender Brandon Reily garnishes a GI Jane with wood sorrel flowers from Staplehouse’s lush backyard garden. The pale yellow cocktail combines Dimmi, an Italian aperitif made with a floral infusion Pisco (Peruvian brandy) and lemon. “The tiny bright pink flowers imbue a certain freshness, add a striking contrast in color, and lend a bright citrusy pop, which complement the sharp richness of the Dimmi and lemon components,” Reily said. “By extension, there is something calming and serendipitous about picking flowers before service.” That’s exactly the mood in the upstairs Paper Crane Lounge.

Paper Crane Lounge. 541 Edgewood Ave. NE, Atlanta. 404-524-5005, staplehouse.com.

Prince of the Sun at Aix

Bar Manager Michael McDermott’s Prince of the Sun oozes French elegance in peridot green. “The name is in reference to the Belgian Tin Tin comic,” he said. Tin Tin also is the moniker of the adjoining wine bar (which honors chef Nick Leahy’s great aunt, not the comic book character). The drink is a swirl of London dry gin, white vermouth, lemon, violets and gentian root. “The bright, floral sweetness of crème de violette plays well off of the pronounced medicinal and bitter notes of the Suze and the off-dry juiciness of the C. Comoz Blanc vermouth,” he said. It’s reminiscent of the flowers of Provence that inspired Monet, Cezanne and Van Gogh.

Aix. 956 Brady Ave., Atlanta. 770-838-3501, aixatl.com.

½ ounce honey syrup (see note)

Sprig of lavender for garnish

Add the gin, lemon juice, honey syrup and a dash of lavender bitters to a cocktail shaker filled with ice. Shake five to 10 times and strain into a chilled cocktail glass. Garnish with a sprig of lavender.

Note: To make honey syrup, combine ½ cup hot water with ½ cup honey. Mexa até ficar completamente misturado. Store unused honey syrup in the refrigerator.


Assista o vídeo: Conheça as flores comestíveis (Dezembro 2021).