Novas receitas

Veja por que a página do The Daily Meal no Facebook é incrível

Veja por que a página do The Daily Meal no Facebook é incrível

Curta o The Daily Meal no Facebook!

Nathan Cyphert

Aqui estão quatro razões pelas quais a página do Facebook do The Daily Meal é incrível (se é que o dizemos) ...

Conversação. É importante. E os editores do Daily Meal querem se envolver com você. Claro, você sempre pode comentar em artigos (ou até mesmo escrever o seu - você já criou um perfil no The Daily Meal e começou a escrever?), Mas o Facebook ajuda a trazer a conversa para o primeiro plano. Nosso gerente de mídia social O amor é (sério, na verdade é um pouco intenso) ler e conversar com pessoas no Facebook. Então, junte-se à conversa!

Aqui estão quatro razões pelas quais a página do Facebook do The Daily Meal é incrível (se assim o dissermos):

1. Relacionamentos: O Facebook nos permite conectar com nossa comunidade de maneiras que não podem ser feitas no OurSite. Você pode aprender mais sobre nós e nós podemos aprender mais sobre você para que possamos trazer ainda mais conteúdo do seu interesse! É um ganha-ganha, realmente.

2. Compartilhamento fácil: Gostar de nós no Facebook irá colocá-lo na melhor posição possível para compartilhar o conteúdo, receitas, histórias e notícias de comida que você gosta ... e em troca irá ajudá-lo a solidificar sua posição como um influenciador instantâneo entre seus amigos !

3. Fórum: Depois de entrar na nossa comunidade no Facebook, você imediatamente fará parte de uma coalizão de amantes de comida e bebida. Você pode compartilhar ideias, receitas, conteúdo ou pensamentos e obter feedback de outras pessoas que compartilham sua paixão por todas as coisas comidas e bebidas.

4. Concursos: Ocasionalmente, teremos brindes e sorteios exclusivos que estão disponíveis apenas para nossos amigos do Facebook. Não arrisque perdê-los!

Vamos ser honestos, você provavelmente já está gastando muito tempo no Facebook. Por que não adicionar conteúdo de qualidade, feito sob medida para um amante da comida como você, na mistura?

Arthur Bovino é o editor executivo do Daily Meal. Leia mais artigos de Arthur, entrar em contato com ele por e-mail, ou clique aqui para siga Arthur no Twitter.


A importância do planejamento de refeições: 3 razões para planejar as refeições semanais

O planejamento de refeições é o simples ato de reservar algum tempo para planejar qualquer número de refeições da semana. Planeje para você mesmo ou para sua família. Planeje uma alimentação saudável e planeje uma noite fora. Planeje cada lanche e refeição ou simplesmente planeje seus almoços para não gastar dinheiro com comida em restaurantes durante a semana. Realmente não importa o que você planeja, desde que você tenha pensado nisso. O objetivo não é começar do zero em todas as refeições. Existem muitas razões pelas quais eu acho que o planejamento e a preparação de refeições são uma rocha, mas acho que todas se encaixam em três categorias principais. Aqui está a importância do planejamento de refeições: 3 razões para planejar refeições semanais (de acordo com mim).


Veja por que a página do The Daily Meal no Facebook é incrível - receitas

Do The New York Times, sou Michael Barbaro. Este é o diário.

Hoje, na maior decisão desde sua criação, o conselho de supervisão do Facebook descobriu que a empresa não tinha base para banir indefinidamente Donald Trump da plataforma. Falei com minha colega, a repórter de tecnologia Cecilia Kang, sobre o que isso nos diz sobre a “Suprema Corte” do Facebook.

Cecilia, conte-me sobre este conselho de supervisão que o Facebook criou e o que ele foi projetado para fazer.

O conselho de supervisão do Facebook foi criado há cerca de um ano e foi uma ideia que o Facebook C.E.O. Mark Zuckerberg estava chutando há muito mais tempo.

gravação arquivada (mark zuckerberg)

Meu objetivo aqui é criar uma estrutura de governança em torno do conteúdo da comunidade que reflita mais o que as pessoas da comunidade desejam.

Ele falou sobre isso em 2018 no podcast da Vox, The Ezra Klein Show.

gravação arquivada (mark zuckerberg)

Você pode imaginar até mesmo algum tipo de estrutura, quase como uma Suprema Corte ou conselho de apelação, que é composta por pessoas independentes que não trabalham para o Facebook e que, no final das contas, podem fazer o julgamento final sobre o que deveria ser um discurso aceitável em uma comunidade -

E ele o descreveu como uma espécie de “Supremo Tribunal” que seria um órgão de adjudicação que toma decisões sobre as decisões de discurso mais difíceis, espinhosas e controversas que o Facebook fez.

gravação arquivada (mark zuckerberg)

E se fizermos isso bem, então acho que isso poderia realmente abrir caminho na governança para este tipo de comunidade da Internet -

E quando você diz "decisões de discurso", você quer dizer apenas os posts mais desagradáveis ​​e contenciosos que chegam no Facebook e que as pessoas dizem que não deveriam estar lá, ou que seus cartazes não deveriam ter permissão para postar.

Sim, e eles tomam centenas dessas decisões difíceis todos os dias com três bilhões de usuários. São decisões sobre figuras políticas, são decisões sobre neonazistas, que acontecem todos os dias no site.

E o grande volume que o Facebook enfrenta com esse tipo de conteúdo é, para a empresa, avassalador. E Zuckerberg disse que é demais para uma empresa e qualquer conjunto de indivíduos dentro de uma empresa, e mesmo para ele mesmo, ter que ser o árbitro desses tipos de decisões.

Entendi. Então, esse conselho vai desobrigar a empresa, em tese, dessa obrigação de resolver as questões mais difíceis que ela enfrenta sobre o que pode estar em sua plataforma.

Essa é a ideia. A ideia é que um usuário, e o próprio Facebook, podem apelar de decisões ou encaminhar decisões que são muito controversas ou muito difíceis. Assim, um usuário, por exemplo, que pode ter uma postagem retirada ou sua conta suspensa, pode ir a esse conselho de supervisão e apelar do direito de ter seu conteúdo restabelecido. Portanto, a ideia é que o Facebook diminua seu controle sobre o poder que tem sobre a fala em sua plataforma.

E então, que tipo de pessoa acaba sendo indicada para esse painel, a ‘Suprema Corte’ do Facebook? Devo dizer que parece um trabalho de muito prestígio.

Até agora, houve 20 membros nomeados para o conselho de supervisão do Facebook. E os 20 membros são jornalistas, ex-políticos - incluindo o ex-primeiro-ministro da Dinamarca - e ativistas dos direitos humanos - eles são internacionais, eles representam vários países. E deve-se notar que o Facebook construiu este conselho e ajudou a escolher os primeiros membros, e teve uma palavra a dizer nos outros membros seguintes que são escolhidos.

Eles financiam o conselho com um fundo de $ 130 milhões.

A ideia é ter esse órgão externo, esse tribunal de terceiros, se quiserem, estar à distância do Facebook.

Portanto, essa descrição parece levantar imediatamente questões sobre o quão independente esse conselho supervisor realmente é. Então, como o conselho fala sobre isso e como o Facebook fala sobre isso?

Sim, a independência do conselho realmente tem assombrado a empresa desde seu estabelecimento, há um ano, e eles apontam para algumas coisas. Eles dizem, em primeiro lugar, que uma vez que o conselho toma um caso, não há comunicação entre os membros do conselho e a empresa.

Portanto, há uma parede que foi erguida, essencialmente.

Número dois, eles dizem que todas as decisões são vinculativas. E o que isso significa é que, uma vez que o conselho decida sobre um caso, o Facebook deve implementar sua decisão.

E a terceira é, eles dizem que existe um trust que foi estabelecido, um trust que paga os membros do conselho e que paga pelas operações do conselho e de todos os seus funcionários. E a razão pela qual eles apontam para isso é que eles dizem que não há mistura financeira entre a empresa e o conselho, que existe um órgão externo que administra todo o dinheiro que é pago aos funcionários do conselho. Então, em outras palavras, Mark Zuckerberg não pode tecnicamente preencher os cheques para os membros do conselho, e que não há influência, potencialmente, financeiramente porque o conselho está sendo pago por um terceiro órgão, não o Facebook.

Mhm. E uma vez que este conselho quase independente é estabelecido, que tipo de decisões ele emitiu até agora?

Bem, foi emitido apenas um punhado de decisões até agora. O primeiro saiu a partir de janeiro. Todos eles têm a ver com postagens que o Facebook retirou porque a postagem violava as próprias regras de fala da empresa. E eles percorreram toda a gama, realmente, de um post no Instagram no Brasil que mostrou uma foto de mamilos. E, nesse caso, o conselho decidiu que o Facebook errou ao remover essa postagem porque a foto tinha o objetivo de promover a conscientização sobre o câncer de mama.

Em outro caso, um usuário citou um propagandista nazista e o Facebook retirou a postagem dizendo que a postagem e a citação violavam as regras da empresa contra discurso de ódio. Mas o Conselho de Supervisão do Facebook revogou essa decisão e disse que o usuário, de fato, pretendia usar essa citação, aquela citação de propaganda nazista, para comparar os próprios comentários e discurso de Trump com a propaganda nazista. E eles disseram que não era uma violação, nem tinha a intenção de violar as regras de discurso de ódio da empresa.

Portanto, na grande maioria das decisões, o conselho realmente errou mais no lado da liberdade de expressão e anulou as decisões iniciais da empresa. E, de fato, essa tem sido, de certa forma, a melhor prova de sua independência.

Portanto, a forma como o conselho provou sua independência do Facebook é violando diretamente a decisão original do Facebook em quase todos esses casos de retirar uma postagem.

Sim, está certo. Porém, devemos ter em mente que realmente houve apenas um punhado de decisões tomadas até agora pelo Conselho de Supervisão do Facebook. E essas decisões são realmente pequenas em comparação com o grande caso que o conselho de supervisão concordou em assumir quatro meses atrás, que foi a proibição indefinida do presidente Trump.

E então, qual foi a decisão do conselho neste caso, Trump versus Facebook?

Portanto, a decisão perante o conselho era se o Facebook tinha justificativa para sua decisão em 7 de janeiro de banir indefinidamente Trump do Facebook e Instagram. E temos que lembrar que no Facebook, Trump tinha 35 milhões de seguidores e no Instagram tinha 24 milhões.

E em 6 de janeiro no Facebook e Instagram, Trump disse que os desordeiros do Capitólio eram grandes patriotas e que a eleição foi roubada de nós. O Facebook disse que seus comentários incitaram a violência e violaram suas próprias regras internas de expressão. E o que o conselho estava lutando era se essa decisão era justificada.

Direito. Portanto, não fica muito maior do que isso. O conselho está sendo solicitado a decidir se um ex-comandante-em-chefe dos Estados Unidos, o presidente do país, pode ser permanentemente impedido de postar qualquer coisa em qualquer site do Facebook.

Foi uma decisão decisiva e a maior que o Facebook teve antes disso.

E é extremamente importante porque Trump foi banido permanentemente do Twitter. E o YouTube baniu Trump indefinidamente, mas não disse quando permitirão que ele volte. Portanto, a decisão do Conselho de Supervisão do Facebook apresentou a primeira oportunidade para Trump recuperar um daqueles megafones. E para a diretoria, é o Super Bowl de decisões, uma diretoria que entrou em vigor há apenas alguns meses, e esta é a grande.

E então, como o conselho vai tomar esse tipo de decisão?

O conselho deliberou sobre esse caso específico, assim como todos os outros casos anteriores. Ele escolheu cinco membros para analisar especificamente o caso Trump, e eles analisaram os detalhes do que Trump disse em sua postagem e se o Facebook tinha justificativa para retirar essas postagens, bem como banir a conta do presidente na época. E esses membros, esses cinco membros, passaram por 9.000 comentários enviados do público.

Foram enviados comentários públicos que refletem a raiva pela empresa ter retirado o site, bem como avisos de que a empresa não deveria permitir que Trump voltasse. Um comentarista disse: “O poder corrompe e o poder absoluto corrompe absolutamente. Se você bloquear Trump permanentemente por ser apenas Trump, você terá ido ainda mais longe na toca do coelho que corrompe o poder com outros oligarcas mega-ricos que estão exercitando seus músculos de poder para nos mostrar quem realmente governa a América ”. Por outro lado, no entanto, as pessoas eram fortemente a favor de manter a conta de Trump baixa.

Um comentarista disse: “Donald Trump é um lixo tóxico que vende mentiras, teorias da conspiração e ódio. O Facebook acertou em bani-lo. ”

Mhm. Portanto, este quadro examinou 9.000 desses comentários.

OK, então quando você recebe a notícia de que realmente existe uma decisão? Estou supondo que isso pode ou não se parecer de forma alguma com o que acontece quando a Suprema Corte alerta os jornalistas de que uma decisão está chegando.

Sabe, na verdade me senti muito assim, Michael. Na verdade, o conselho deu 48 horas para a mídia se preparar para o anúncio de sua decisão. Eles tomaram sua decisão dias antes e, na verdade, contaram ao Facebook sobre sua decisão. Mas tudo isso foi mantido trancado a sete chaves. E, ao contrário da maioria das notícias relacionadas ao Facebook, não houve vazamentos sobre isso.

Então, na quarta-feira de manhã, acordei realmente às cegas do anúncio. E às 9h00 Abri meu e-mail e aí está a decisão e uma nota de que o conselho vai entrar no telefone e explicar sua decisão.

gravação arquivada (locutor)

Bem-vindo ao webinar. Por favor espere. O webinar começará em breve. Por favor, permaneça na linha.

Então, Cecília, conte-nos sobre esse call.

gravação arquivada (locutor)

A transmissão está começando. Todos os participantes estão apenas ouvindo.

Então, entramos no telefone e os membros da diretoria estão lá e vão direto ao ponto.

gravação arquivada (michael mcconnell)

Obrigado a todos por comparecerem esta manhã. Nossa decisão esta manhã é relativamente simples e direta.

E ouvimos de um dos co-presidentes, Michael McConnell, que é professor de direito constitucional na Stanford Law School.

gravação arquivada (michael mcconnell)

Em primeiro lugar, concordamos que o Facebook tinha justificativa suficiente para remover a postagem do Sr. Trump de 6 de janeiro por violação da política contra elogiar ou encorajar atores violentos.

Ele disse primeiro que o Facebook tinha justificativa suficiente para remover suas postagens em 6 de janeiro.

gravação arquivada (michael mcconnell)

Em segundo lugar, concordamos que o Facebook tinha justificativa suficiente para suspender a conta do Sr. Trump, pelo menos durante o que o Departamento de Segurança Interna chamou de "risco elevado de violência".

No entanto, McConnell então disse -

gravação arquivada (michael mcconnell)

Mas sustentamos que foi impróprio, ou seja, uma violação das próprias regras do Facebook, bem como dos princípios geralmente aceitos de liberdade de expressão, que o Facebook tornasse essa suspensão por tempo indeterminado.

Ele disse: “As próprias políticas do Facebook não autorizam uma suspensão indefinida”.

gravação arquivada (michael mcconnell)

Mas os usuários e seus públicos não devem ser deixados em um estado de incerteza quanto ao tempo ou aos motivos para a restauração.

Então, eles estão dizendo, em essência, no Facebook, que você estava certo ao banir o presidente e retirar aquelas postagens em 7 de janeiro porque há uma ameaça iminente de dano. As coisas estavam realmente aquecidas durante aquele tempo, e o presidente estava violando suas próprias regras. Mas eles disseram ao Facebook, você errou ao impor um banimento indefinido sem nenhum critério ou qualquer orientação sobre quando, ou se, poderia haver um fim para este banimento indefinido.

gravação arquivada (michael mcconnell)

O Facebook deve tomar sua decisão e ser responsabilizado por tudo o que decidir. Em última análise, é o público que será o juiz. É assim que deve ser em uma sociedade democrática.

Então, o que o equivalente do Facebook a uma Suprema Corte disse aqui é que uma proibição indefinida do ex-presidente viola as próprias regras do Facebook e o tipo de espírito corporativo do Facebook como plataforma de mídia social. E então, o que o conselho diz que o Facebook deve fazer com essa objeção ao banimento por tempo indeterminado?

Portanto, o conselho efetivamente chuta a decisão de volta para o Facebook. O conselho diz que você tem seis meses para decidir por conta própria se deseja banir Trump permanentemente ou não. Não deveríamos fazer isso. E uma coisa que realmente me chamou a atenção, Michael, é que eles disseram - ao aplicar uma penalidade vaga e sem padrão e, em seguida, encaminhar o caso ao conselho para resolver - o Facebook procura evitar suas responsabilidades.

Assim, o Facebook envia a decisão ao conselho de supervisão em 21 de janeiro. O conselho de supervisão, em 5 de maio, a envia de volta ao Facebook, efetivamente.

[RISOS] De repente, sinto que estou falando com nosso colega Adam Liptak sobre a Suprema Corte. A Suprema Corte recebeu um caso do Nono Circuito, mas não gostou da decisão, então o mandou de volta para o Nono Circuito. Mas foi efetivamente o que aconteceu aqui, ou seja, a ‘Suprema Corte’ do Facebook está devolvendo o caso a um tribunal inferior. Neste caso, ao próprio Facebook, e dizendo, você não fez isso corretamente, e é seu problema descobrir como fazê-lo corretamente.

Sim, e isso pode levar muito mais tempo para uma decisão final, à medida que vai entrelaçando esses diferentes processos de tomada de decisão.

Mhm. Eu quero ficar por apenas um minuto no conselho pensando sobre por que um banimento permanente é inapropriado. Parece que está se baseando, para continuar seguindo essa metáfora da Suprema Corte, no tipo de "constituição" do Facebook, nas próprias regras do Facebook. Mas acho que em um nível prático, há muitas pessoas que olhariam para o que o ex-presidente Trump fez em 6 de janeiro e diriam, esse é o motivo final para banir permanentemente alguém de uma plataforma de mídia social. Eles ajudaram a incitar um motim no Capitólio dos Estados Unidos.

Sim, fiquei realmente impressionado com a forma como a decisão da diretoria e seu raciocínio sobre uma proibição permanente foi uma espécie de procedimento da mesma forma que você vê isso muito com as decisões judiciais. Como decisões judiciais reais na vida real, onde eles realmente queriam cumprir a letra da lei, e a lei, neste caso, sendo as próprias leis do Facebook. Então, é esse tipo estranho de mundo paralelo, Michael, onde uma empresa privada forma um conselho de supervisão, esse terceiro, que está tentando julgar essas decisões de discurso de acordo com as leis criadas por uma empresa privada. É tudo muito semelhante, e os paralelos são impressionantes, com o que são os sistemas judiciais nos EUA e em todo o mundo.

Portanto, como essa decisão parece se basear na linguagem técnica da empresa, em vez de um princípio gigantesco de liberdade de expressão, que implicações essa decisão tem - tem implicações - para a liberdade de expressão de líderes governamentais como Donald Trump?

Acho que os líderes mundiais estavam esperando uma orientação clara sobre o que os expulsaria de um site como o Facebook. Eles queriam que a decisão do conselho de supervisão esclareça o que por muito tempo tem sido uma grande quantidade de tomadas de decisão ad hoc quando se trata de políticos e o que os políticos dizem no Facebook. Mas eles não entenderam isso e, na verdade, o que obtiveram foi o conselho enviando a decisão de volta ao Facebook, que alguns líderes mundiais disseram ser o problema para começar.

Angela Merkel, da Alemanha, disse, após a proibição de Trump do Facebook em 7 de janeiro, que isso aponta, na verdade, para o poder de algumas grandes plataformas de internet sobre a fala inteiramente. E isso mostra que essas empresas têm muito poder. E assim, ao enviar essa decisão de volta ao Facebook, mais uma vez coloca o poder e a tomada de decisão nas mãos da empresa que muitos líderes políticos consideram poderosos como guardiões do discurso para começar.

Tudo bem, uma pessoa como Angela Merkel teria ficado tranqüila em saber que um conselho quase independente tomaria uma decisão como essa, dizendo que isso é o que fará com que você seja expulso do Facebook. Mas quando o conselho decidiu não tomar realmente essa decisão e enviá-la de volta para a empresa, estava reforçando a ideia de que essas decisões enormemente importantes sobre o que pode ou não pode ser, e quem pode ou não pode ser, em um plataformas como o Facebook, serão feitas por uma ou duas pessoas como Mark Zuckerberg.

Isso mesmo, Michael. Essencialmente, o Facebook está de volta à prancheta e tomando suas próprias decisões sobre Donald Trump.

Em vez do ‘Supremo Tribunal’ do Facebook, surgiu a ideia de criar um ‘Supremo Tribunal’ do Facebook.

Então você acha que Mark Zuckerberg gostou dessa decisão? Quer dizer, se eu fosse o líder do Facebook, acho que esperava muito que esse conselho externo tomasse essa decisão por mim.

Isso é o que ele disse o tempo todo, que não acredita que ele ou o Facebook devam tomar decisões tão importantes. Mas, em última análise, o Facebook ainda será confrontado com a decisão sobre o que fazer com Trump, o que tem sido um problema para a empresa durante o mandato do ex-presidente e continua a sê-lo mesmo com o presidente fora do cargo.

E qual foi a resposta do ex-presidente Trump a essa decisão, sabemos?

Cerca de duas horas após a decisão do conselho de supervisão, Trump emitiu uma declaração, e essa declaração pousou na minha caixa de entrada do meu e-mail. E nessa declaração ele disse muitas das coisas previsíveis e usuais que diz sobre a mídia social, ou seja, que é administrada por esquerdistas radicais e que essas empresas são muito poderosas. E ele continua a negar os resultados das eleições e o processo. E enquanto eu estava lendo a declaração de Trump e a decisão do conselho, pensei que o conselho estava essencialmente dizendo, eu acho, que deveria haver pelo menos a possibilidade de Trump voltar à plataforma. A questão, entretanto, é como e em que circunstâncias? Porque, como podemos ver, Trump ainda está fazendo todas as coisas que o baniram das redes sociais, apenas em plataformas diferentes desta vez. Portanto, o Facebook será confrontado novamente com esses mesmos tipos de questões e precisará resolvê-las por si mesmo.

Obrigado, Cecilia, agradecemos.

Muito obrigado por me receber.

Aqui está o que mais você precisa saber hoje. Na quarta-feira, o governo Biden disse que era favorável à dispensa das proteções de patentes para as vacinas da Covid-19, um avanço potencial no esforço global para acelerar as vacinações. A suspensão dos direitos de patente permitiria às empresas em países menores fabricar as vacinas de forma barata usando as receitas desenvolvidas por empresas como Pfizer, Moderna e Johnson & amp Johnson.

Mas a medida é contestada pela indústria farmacêutica dos EUA, que argumenta que abrir mão dos direitos de patente destrói o incentivo para empresas como a Pfizer investirem em vacinas que salvam vidas no futuro.

E o destino da terceira republicana da Câmara, a deputada Liz Cheney de Wyoming, parecia estar em dúvida na quarta-feira, quando outros líderes republicanos, incluindo os representantes Kevin McCarthy e Steve Scalise, tentaram destituí-la por mostrar lealdade insuficiente ao ex-presidente Trump. Cheney, que votou pelo impeachment de Trump após o motim de 6 de janeiro, sobreviveu a uma votação anterior para destituí-la há alguns meses, mas incomodou novamente os republicanos da Câmara ao continuar a denunciar as mentiras de Trump sobre fraude eleitoral.


8 Receitas de Espargos Incríveis

Precisa de outra razão para amar os aspargos? Este alimento saboroso e saudável para o coração ajuda a manter os ossos fortes, graças aos altos níveis de vitamina K & mdash, apenas uma xícara de aspargos satisfaz sua meta diária. Bônus: as lanças do aspargo fornecem inulina, uma fibra especial dos alimentos que ajuda as bactérias "boas" no trato digestivo.

Ao comprar aspargos, lembre-se de que lanças de aspargos finas e grossas são igualmente deliciosas e, desde que você as cozinhe e as aprecie logo após a colheita. Compre lanças de aspargos verdes brilhantes que tenham pontas bem fechadas e sejam uniformemente grossas (para garantir um cozimento uniforme). Leve à geladeira na vertical, com o fundo embrulhado em papel toalha úmido e um saco plástico cobrindo-os frouxamente por até dois dias. Antes de cozinhar, arranque ou corte as pontas lenhosas e descasque os talos grossos, se necessário, para retirar qualquer pele dura que possa estragar o seu prato.

Agora, dê um bom uso a esses vegetais maravilhosos com esses pratos e receitas sensacionais da primavera.

1. Corte e pique aproximadamente 3/4 lb de aspargos. Pique 1 pimentão amarelo e fatie 2 onças de ervilhas. Deixou de lado.

2. Calor 1 1/2 colher de sopa de óleo de semente de uva ou canola em uma frigideira grande ou wok em fogo médio-alto. Adicione 4 onças de cogumelos fatiados e cozinhe, mexendo, até dourar, 4 minutos.

3. Adicionar os vegetais reservados e cozinhe, mexendo sempre, até ficarem macios, por cerca de 6 minutos.

4. Chuvisco com 3 colheres de sopa de vinagre de arroz temperado, 1 1/2 colher de sopa de molho de soja com teor reduzido de sódio e 2 colheres de chá de óleo de gergelim escuro. Cubra com 2 colheres de sopa de coentro picado, se desejar. Cozinhe por 1 minuto. Sirva com arroz integral.

NUTRIÇÃO (por porção frite apenas) 115 cal, 4 g pro, 10 g de carboidratos, 3 g de fibra, 7,5 g de gordura, 1 g de gordura saturada, 427 mg de sódio

1. Prepare-se 8 onças de tortellini de cogumelo ou queijo de acordo com as instruções da embalagem.

2. Calor 1 colher de sopa de cada manteiga sem sal e azeite em uma frigideira grande em fogo médio. Adicione 1 colher de chá de alho picado e 2 colheres de sopa de farinha e cozinhe, mexendo, por 2 minutos. Bata lentamente em 1 3/4 xícaras de caldo de galinha. Adicione 8 onças de aspargos fatiados, 4 onças de abobrinha fatiada e 1 cenoura em fatias finas. Cozinhe parcialmente coberto, mexendo, até ficar macio, 5 a 7 minutos. Adicione o macarrão escorrido e misture. Tempere com suco de limão e pimenta. Cubra com parmesão raspado.

NUTRIÇÃO (por porção) 240 cal, 9 g pro, 25 g de carb, 3 g de fibra, 12,5 g de gordura, 5 g de gordura sat, 573 mg de sódio

1. Espalhe 1 cacho de aspargos em prato untado com óleo. Asse a 425 & degF até ficar macio, 15 min.

2. Rachadura 4 lg de ovos por cima e polvilhe com pimenta. Asse até que as claras estejam firmes e as gemas atinjam o ponto desejado, 10 min.

3. Top com 2 colheres de sopa de parmesão raspado.

NUTRIÇÃO (por porção) 94 cal, 8 g pro, 3 g de carboidratos, 1 g de fibra, 5,5 g de gordura, 2 g de gordura saturada, 109 mg de sódio

1. Cozinhe 8 onças de trigo integral orzo.

2. Castanho 3/4 lb de peito de frango em fatias finas na frigideira revestida com spray de cozinha em fogo médio-alto, 3 min. Retirar.

3. Adicionar 1 cacho de aspargos fatiados, 3 lg de dente de alho picado, 1 colher de sopa de alecrim fresco picado e 1/4 de colher de chá de pimenta vermelha em flocos. Cozinhe por 3 min.

4. Adicionar 1/2 xícara de caldo de galinha e frango cozido e orzo. Leve para ferver e adicione 1 1/2 colher de sopa de vinagre de vinho tinto. Tempere a gosto.

NUTRIÇÃO (por porção) 308 cal, 28 g pro, 44 ​​g de carboidratos, 6 g de fibra, 3 g de gordura, 0,5 g de gordura saturada, 222 mg de sódio

1. Cozinhe 8 onças de linguine, economizando 3/4 xícara de água de cozimento.

2. Calor 1 colher de sopa de óleo na frigideira em fogo médio. Adicione 1 cacho de aspargos raspados, 1 chalota picada, 1/4 xícara de alcaparras picadas, 1 colher de sopa de tomilho fresco e 1 lg de dente de alho picado. Cozinhe por 3 min.

3. Adicionar 1/2 xícara de vinho branco e cozinhe até reduzir pela metade. Adicione o macarrão e a água do cozimento. Cozinhe até reduzir pela metade. Junte 1 colher de sopa de manteiga.

NUTRIÇÃO (por porção) 320 cal, 10 g pro, 48 g de carboidratos, 4 g de fibra, 7,5 g de gordura, 2,5 g de gordura saturada, 281 mg de sódio

1. Jogue 8 onças de camarão descascado com 2 colheres de sopa de molho de pimenta asiática doce e 1 colher de sopa de suco de limão fresco.

2. Grelhador 8 onças de aspargos, virando até ficarem macios, 7 min. Grelhe os camarões, virando uma vez, 2 a 3 min.

3. Sirva com mais molho.

NUTRIÇÃO (por porção) 82 cal, 12 g pro, 5 g de carboidratos, 1 g de fibra, 1 g de gordura, 0 g de gordura saturada, 145 mg de sódio


26 Receitas de Sourdough Discard

O sabor picante único do Sourdough vem da fermentação da massa, o que também a ajuda a crescer. A maioria dos padeiros mantém o que é chamado de iniciador de massa fermentada, que é um lote de massa já fermentada com fermento ativo (às vezes selvagem) que precisa ser alimentado com mais massa para permanecer vivo. Alimentar o seu starter muitas vezes exige que você se livre de parte do starter existente para abrir espaço no contêiner em que está armazenando. Embora o ideal seja fazer um novo pão com um pouco desse starter, muitos padeiros simplesmente jogue fora o que é chamado de rejeitos de massa fermentada. No entanto, existem inúmeras receitas excelentes (que não são pães) que você pode fazer com os descartes de massa fermentada. Aqui estão alguns dos melhores dos nossos usuários.


Maçãs

Como espiralizá-lo: Maçãs são meio estranhas por causa do miolo, certo? Portanto, cortamos a parte superior, cortamos a parte inferior e colocamos a parte do meio (o núcleo, que não queremos) bem na âncora do núcleo do espiralizador. Core = ido. Estrondo!

Receitas: Minha doce amiga Gina do Skinnytaste tem exatamente o que você precisa: Maçã Espiralizada e Salada de Repolho!


Veja por que a página do The Daily Meal no Facebook é incrível - receitas

Do The New York Times, sou Michael Barbaro. Este é o diário.

Ontem, contamos a história de um sintoma raro, mas grave, de Covid longo. Um sintoma muito mais comum é a perda prolongada do olfato. Hoje, meu colega, o crítico de restaurante do Times, Tejal Rao, relata a busca para tentar recuperá-la.

Eu estava no banheiro da minha casa em Los Angeles. E eu estava entrando no chuveiro. E eu senti o cheiro de algo realmente estranho. Achei que talvez fosse água estagnada ou o plástico da touca de banho que eu estava usando para cobrir o cabelo. Pensei que talvez fossem os ladrilhos de pedra, como se outra pessoa tivesse acabado de limpar o banheiro? Eu não conseguia descobrir.

E então, depois de alguns minutos, percebi que era realmente um branco. Não havia cheiro. Eu tinha acabado de perder meu olfato, sem mais nem menos. E eu ainda fui em frente e tomei um banho. Mas o tempo todo, eu estava pensando, quando posso fazer um teste para - quando posso fazer o teste para Covid? Eu tive sintomas muito leves. Era apenas uma gripe forte ou um resfriado. Eu estava exausto.

E meus pais continuaram checando, continuaram ligando para me lembrar de comer. Mas eu nunca experimentei uma perda de apetite assim antes. Qualquer tipo de carne me deixava um pouco enjoada. Então, frango assado, que normalmente é um alimento reconfortante para mim, estava muito, muito mole. E a pipoca era como espuma, mas com pedaços pontiagudos, tão desagradável de repente. Tudo aquilo que é uma alegria era muito desagradável.

Comecei a me sentir melhor no início de meados de janeiro. Não tive que desmaiar e dormir metade do dia. Eu poderia voltar ao trabalho. Mas eu ainda não conseguia sentir o cheiro de nada. O cheiro é simplesmente - é tão crucial para saborear, o que significa que é realmente crucial para tudo o que eu faço. Trabalho como crítico de restaurantes, mas também desenvolvo receitas. E é muito difícil cozinhar sem sentir o olfato se você não estiver acostumado. Você não sabe o que está acontecendo. É quase como usar uma venda.

gravação arquivada (kemar lalor)

Se você perdeu o paladar, vou mostrar a vocês como recuperá-lo bem rápido.

Comecei a pesquisar o que as pessoas estavam fazendo para recuperar seu olfato ou diferentes tipos de aromaterapias. E me deparei com um vídeo do TikTok que se tornou viral para um remédio caseiro.

gravação arquivada (kemar lalor)

Você quer pegar uma laranja bem fresca e queimar ao redor. Certifique-se de que é escuro, carvão, preto, preto -

Esse cara, Kemar Lalor, fez o upload.

gravação arquivada (kemar lalor)

O que você quer fazer depois disso é cortar, fatiar ao meio.

Queime uma laranja, uma laranja inteira ainda com a casca. Você queimá-lo. Você tira a ... tira a casca. E aí você amasse a polpa quente da laranja com um pouco de açúcar e comesse com uma colher.

gravação arquivada (kemar lalor)

Não sou cientista, mas funciona. Estou lhe dizendo, isso são alguns remédios jamaicanos. Vai funcionar. Eu prometo.

Então pensei em tentar.

gravação arquivada (tejal rao)

OK, então eu tenho essas laranjas minúsculas. Eles são tão pequenos. Eles estão caindo na caixa.

Carbonizar uma laranja de acordo com o vídeo do TikTok de Kemar foi o grande acontecimento na minha casa naquele dia. Era meu parceiro, eu, nossos dois cães. Estávamos todos na cozinha.

Esta é uma ótima maneira de passar o - que dia é hoje?

gravação arquivada (tejal rao)

Eu não faço ideia. É terça-feira.

gravação arquivada (tejal rao)

I think the dogs were probably wondering what we were doing. They were getting very annoyed. But we stood over the gas stove and charred some oranges—

archived recording (tejal rao)

The peel’s coming off really easily.

—and tried to follow his instructions as closely as we could. I knew that it was a TikTok video. It wasn’t a scientific paper that I had read. But I was secretly really hopeful that it would work.

archived recording (tejal rao)

And it was still— things were still really muted, still really flat. So I called up Kemar— that’s the guy who made the TikTok— to see if maybe I was doing it wrong. He was inside his car, parked outside his family restaurant where he works.

We’re located in Ontario, Toronto.

They sell goat curry and oxtail and roti.

Jerk chicken, oxtail, curry goat, some nice rice, all that good stuff.

Curry goat— ah, that sounds so good.

And he was so optimistic. And I told him that it didn’t exactly work for me. At least it didn’t work the way it was advertised, like it would cure me in an hour.

I say give it another try. Roast it again. Roast it for 12 minutes, though.

He said that I should try it every day.

Like 12 minutes. And make sure to eat it hot.

And then he asked if I wanted to speak to his mom, who taught it to him. And I thought yes. I’d love to speak to your mom. And he’s like “Mom?”

And she came out and was equally positive and joyful—

I’m blessed. Thank you very much.

—and so thrilled that her family remedy had traveled all around the world and people were trying it, even if it hadn’t worked for everyone.

OK, back home in Jamaica, my mom would give us— to us children then, because she have 15 kids. And when we are sick and we don’t have any taste, any kind of stuff there, she just roasts the orange and put the sugar on it and tell us to eat it. So we get back our taste and stuff and then we start to eat, because that’s what it’s supposed to do, get but your sense. It’s like it’s sending something to your brain to reboost it.

So the orange remedy didn’t work as advertised for me. But the thing that Trudy-Ann said, that the brain needs some kind of reboost, that got me wondering, what is the connection between the brain and the nose?

Hi, Pam. It’s Tejal from The New York Times.

I did a little bit of research and I found a place called the Monell Chemical Senses Center in Philadelphia. They do lots of different kinds of research on smell and on taste. And I connected with a research scientist there, Dr. Pamela Dalton.

Well, I’m a basic research scientist who studies how people use their sense of smell.

And she studies, among many, many other things, the ways that emotions can change the way we smell things.

Generally when you lose your sense of smell under most circumstances, it’s because the molecules actually can’t get into the olfactory receptor area of the nose because of congestion. Covid is different in that way, because most people who lost their sense of smell did so without having any nasal congestion whatsoever.

Pam explained that during the pandemic, millions and millions of people lost their sense of smell just in an instant.

It was just like a light bulb got turned off or a switch got flicked to off. And one moment they could smell. And the next moment, nothing smelled.

And even though that’s how we lose our sense of smell, that’s not how we get it back. There’s not a switch that just turns it back on.

We don’t really understand how this system uses coding to develop all of the different smells that our brain is able to understand.

So much of what we think of as taste is actually happening in your nose and brain. It’s your smell receptors. You have 400 smell receptors. And they’re all working to identify millions and millions, the estimate is a trillion smells.

That then is sort of a readout for the brain to say oh, those five types of cells that are activated mean I’m smelling a flower versus a pizza or coffee in the morning.

But another thing she told me that made me feel a little optimistic is that olfactory receptor neurons are constantly regenerating every few weeks.

Now, you as an adult have memories of what things should smell like. And that’s why we think the olfactory retraining may actually help, because you’re connecting the central input, your representation of what your coffee should smell like, with the incoming molecular signals.

Smells are connected to memories and moods and feelings. One way of thinking about it is that there’s this map in your brain that you can follow to get smells back. But if your sense of smell has been gone for a long time, if you lose that map, it’s more like starting from scratch.

It’s almost like if there’s some— if there’s some map intact, they can follow the right map to make the right connections. If it’s completely gone, they’re just wiring— rewiring haphazardly.

So I was really hopeful after talking with Pam that maybe there would be some way to find my way back to smelling by doing this thing called olfactory training or smell training. I just needed to learn how to actually do it.

I think most people don’t understand what smell training is. And I could sum that up by saying it’s not what your nose does, but rather what your brain does with the stimulation.

I called Chrissi Kelly, who founded AbScent in the UK. And that’s AbScent, as in smell.

I remember when I got 100 people on my Facebook group, which was called smell training, thinking oh my God, this— wow, that’s amazing.

And she started this online community.

And now we have 22,900, so there are a lot of us now.

And she lost her sense of smell back in 2012 after some kind of viral infection. And at that time, doctors didn’t really recommend anything. But she read some research about smell training and how repetitive, structured sessions, smelling just four scents could potentially help people start to orient themselves again, pick up smells again.

I quickly got to the point where being a student of my affliction was better than being a victim of my affliction. And it became an absolute passion.

I wanted to formally learn what a smell training session should look like. And it’s so much more like therapy than I expected it to be.

There is so much anxiety about getting it right in the beginning that I just think it’s really valuable to say OK, this is the program. Start with this.

So kind of like therapy, smell training works best if you’re in a quiet space where you feel safe, where you can focus and think. I sat down at my little desk in my office at home with a box of spices.

OK, and now for the first jar, I just want you to sit there with it with no expectations.

So she asked me to get four spices and not open them all immediately, open them one at a time.

OK, so hold it up to your nose.

And I had cardamom, cloves, cinnamon, cumin.

And I want you to just shut yourself down completely.

I think what she was saying is turn off the thoughts that are analyzing what’s happening right now and just be in the moment.

And just take little— I call them bunny sniffs, tiny little sniffs.

When I was smelling without her, when I was smelling on my own, I was taking these deep breaths and trying to pull the aromas into my body. And that actually— that doesn’t work that well. So Chrissi suggested bunny sniffs, which is taking these teeny, tiny, little sniffs of air, consecutive little sniffs.

[SNIFFING] Then you pause and then take a breath, because we don’t want you to faint. And then go back to it again.

And I was immediately ready to say I can’t smell them very well. It’s kind of like the cloves were in the next room. And I could hear them a little bit, like I could pick up a word every now and then, but I didn’t know exactly what they were talking about.

And before I could complain, Chrissi asked me to kind of slow down, take my time.

Don’t say oh, that was good or that wasn’t good or I didn’t get anything. Just sit with it. OK, the second one—

The second scent that we smelled together was a jar of whole cardamom pods. Cardamom is a really familiar smell to me. It’s part of the reason I picked it to be part of my smell kit. My mom uses it mostly paired with meat. Like in lamb biryani, there’s often cardamom, or in masala chai, in tea with— boiled with spices and ginger. It’s just a really familiar, delicate, floral scent.

So Chrissi had me open the lid of the cardamom jar. And she told me to close my eyes.

I want you to imagine that you are looking into a really deep well—

—so deep that you don’t know when the coin you toss in is going to hit the bottom, and to just keep listening.

So imagine that you are waiting and waiting and waiting. And people who have lost their sense of smell, I think that we smell more slowly.

Chrissi used the term “listening” a lot when we were talking about smelling. It’s like you’re leaning in and you’re trying to pick up as much as you can.

So smell is instantaneous for healthy people. And I think it takes a longer time for us to receive, for the receptors to work, and to feed that into the brain.

You throw the coin in and you wait, and to apply that to sniffing the cardamom pods.

And just keep listening. So let’s give that one a go.

I’d forgotten that my grandfather, my mom’s father, used to chew cardamom pods until I was doing this exercise, I think maybe to freshen his breath. I don’t know why he did that but. He was my favorite grandparent. We were very close. And he always smelled like cardamom. He died a few years ago. And when I was in the middle of this exercise, I remembered it. And it opened up all these other memories that were connected to that.

All the tasks that we’re doing right now— the concentrating, the thinking, the waiting, the anticipation— all of those things are cognitive processes that happen higher up in the olfactory brain.

I think of it more like a car that’s passing me on the street with the windows open blasting a song and you just hear a tiny snippet of the song. And it takes you a while to recognize it, like you know this song came out that one summer that you wore those denim cut-off shorts and you were hanging out with your best friend. And you definitely sang it at karaoke. And it’s so familiar. It’s right on the tip of your tongue, but you just can’t get it. And then maybe 10 minutes later, you remember the name of the song.

When Chrissi and I got to the end of our smell-training session, she told me it’s really about building confidence. More than anything else, it’s about building up your confidence. And before I spoke to Chrissi, I’d imagined smell training as being closer to going to the gym or really cool, really active, really fun. I’d sort of imagined— so embarrassing— I’d sort of imagined the Rocky theme song playing and I’m in a cool tracksuit and I’m jogging through Los Angeles. And it’s so boring and lonely to just sit and smell and think. It can be kind of disheartening. If you have a good day and then you have a bad day, it feels like you’re going backwards.

I don’t think that the word recovery is a good one to use, because smell loss is an injury. So you recover from an illness. But an injury might leave you with some lasting scarring. So if you were in a car accident and you were really badly banged up and had to have surgery or had scars somewhere, you wouldn’t say “when am I going to recover from this?” You would say “when are my scars going to heal?”

You don’t just go from hurt to healed overnight. And that’s what smell is like. You don’t just go back to normal. It’s more like adjusting and learning how to live in a new space. That’s really just the beginning.

The smell training doesn’t have a distinct timeline. I have been very tempted to stop, because it’s really, really tedious. But over the weekend, I got a ladder out of the garage and propped it up against the lemon tree in my front yard. And they have this amazing floral, fruity perfume. And I notice that the leaves, too, I could smell the leaves. And there’s something about it that feels new, too. It feels so vivid. And I feel so grateful for it. In a way, I think I’m just paying much closer attention to it than I used to.

After two months, Tejal reports that her sense of smell has finally returned.

Here’s what else you need to know today.

We had a very tragic incident today here at the King Soopers. There was loss of life. We have multiple people who were killed in this incident.

On Monday afternoon, a gunman opened fire at a grocery store in a residential neighborhood of Boulder, Colorado, killing 10 people, including a police officer. The suspected shooter is in custody, but the police have not described a motive. It was the second mass shooting in less than a week, following the murder of eight people at spas in and around Atlanta, Georgia.

And The Times reports that on top of his nearly $2 trillion stimulus package, President Biden is preparing to recommend spending as much as $3 trillion on a sweeping set of new programs, beginning with a giant infrastructure plan. That plan calls for investing in roads, bridges, and rail lines, broadband internet for rural communities, charging stations for electric cars, and the construction of 1 million affordable housing units. To pay for it, Biden is expected to propose raising taxes on corporations, a tactic that is already meeting resistance from congressional Republicans, including Senator Mitch McConnell.

archived recording (mitch mcconnell)

I think the Trojan horse will be called infrastructure. But inside the Trojan horse will be all the tax increases.

Biden may seek to pass his infrastructure plan through a legislative process known as reconciliation that bypasses the need for Republican support in the Senate and requires just 51 votes rather than the usual 60.

archived recording (mitch mcconnell)

So yeah. I fully expect that’s what they’ll try to do, and that’s because I don’t think there’s going to be any enthusiasm on our side for a tax increase.

Today’s episode was produced by Tina Antolini, edited by Wendy Dorr, engineered by Corey Schreppel and contains original music by Dan Powell. Special Thanks to Hans Buetow.


The best keto crackers need cheese, right?! That’s one option, but I’ve got loads of others for you:

    – The amazing and silky pate we serve on special occasions is perfect with low carb crackers. – Always a hit, everyone loves a scoop of artichoke dip atop their keto crackers with almond flour! – Mix together this easy cheese ball app for an impressive dish your friends will love. – This dip can be made ahead and is fancy enough to serve guests! Everyone always loves it. – Pair this addicting dip with an assortment of veggies and delicious almond crackers. – Almond flour crackers add a nice crunch on the side!

2.) Gluten-Free Olive Oil Lemon Cake

OMG! If you love lemon, here&rsquos a treat that doesn&rsquot even have granulated sugar and tastes amazing! This zesty cake is sweetened with maple syrup and even has an awesome lemon glaze poured over the top with sliced almonds. The olive oil has a very mellow and light flavor that I really enjoyed.

I went ahead and bought the Paleo baking mix Bobby recommended and it&rsquos so awesome as a quick gluten-free baking option.


How to tell what’s worked and what hasn’t

After sharing posts, you’re likely to want to know how they did. Your social media management tool would likely have some built-in analytics that can help you better understand how your posts performed. Here’s a peek at what the Buffer for Business analytics look like:

You can also gain a huge number of stats and numbers from Facebook Insights.

Once you’ve shared several pieces of content to your Facebook page, you’ll see an Insights tab at the top of your Facebook menu, between Notifications and Publishing Tool. At the top of the Insights page, you’ll see your stats such as Page Likes, Reach, and Engagement for the week, along with a comparison to the same stats from last week.

Another neat area to check is the section on when your fans are online.

Click on “Posts” from the Insights menu, and you can see when your fans are typically online during the week and each day of the week. Here’s an example from Buffer’s Page Insights:

One of the newest features of Insights is the “Pages to Watch” section at the bottom of the “Overview” page. You can add other Pages that you want to monitor—a great way to grab some competitor research and take inspiration from the way that other Pages market themselves.

To add a Page, simply click on the “Add Pages” button at the top of the section.

Search for the name of the Page you want to watch, then click to add it to your watch list. Once a Page has been added, you can click on the name of the Page from your Insights dashboard, and you’ll see an overview of their best posts from the week.