Novas receitas

Receita de Galette des rois (Bolo da Epifania Francesa)

Receita de Galette des rois (Bolo da Epifania Francesa)

  • Receitas
  • Tipo de prato
  • Bolo

Eu adiciono um pouco de raiz de gengibre fresco a este tradicional bolo de massa folhada francês com recheio de frangipane. É servido para a Epifania em 6 de janeiro.

2 pessoas fizeram isso

IngredientesFaz: 1 bolo

  • 300g de massa folhada enrolada pronta
  • 3 ovos
  • 80g de açúcar refinado
  • 150g de amêndoas moídas
  • 70g de manteiga derretida
  • 1 pequeno punhado de amêndoas em flocos
  • 1 colher de chá de extrato de amêndoa
  • 2 cm de raiz de gengibre fresco, descascado e picado
  • 1 fava seca

MétodoPreparação: 15min ›Cozimento: 36min› Pronto em: 51min

  1. Pré-aqueça o forno a 180 C / Gás 4. Unte com manteiga uma forma de bolo ou forre com papel vegetal. Abra a massa folhada para caber na forma. Coloque o restante da massa folhada de lado em temperatura ambiente.
  2. Separe os ovos. Numa tigela bata 3 claras de ovo e 2 gemas com o açúcar e junte as amêndoas moídas. Adicione a manteiga derretida e misture bem. Adicione os flocos de amêndoa, o extrato de amêndoa e o gengibre. Coloque a mistura na forma de bolo e enterre o feijão nela. Não se preocupe se o recheio parecer escasso, ele aumentará de volume quando assado.
  3. Em uma superfície levemente enfarinhada, abra o restante da massa folhada em um quadrado um pouco maior do que o diâmetro da sua forma de bolo. Corte 10 tiras com cerca de 1 cm de largura. ampla. Coloque as tiras sobre o recheio em forma de grade, 5 tiras em uma direção e 5 na outra. Pressione suavemente as pontas na borda da massa para selar.
  4. Role com cuidado a borda saliente da massa e as tiras para dentro. Pincele a grelha e a orla enrolada com gema de ovo.
  5. Asse no forno pré-aquecido até dourar, cerca de 30 a 40 minutos.

Visualizado recentemente

Críticas e avaliaçõesAvaliação global média:(0)

Resenhas em inglês (0)


Galette des rois (bolo rei francês)

Em janeiro, a maioria das padarias da França terá isso em sua vitrine: galette des rois, a sobremesa tradicional da Epifania. Esta torta simples é fácil de fazer em casa, com massa folhada crocante e um delicioso recheio de amêndoas. Você vai querer aproveitar mais de uma vez por ano.

Esta postagem pode conter links de afiliados, onde ganhamos com compras qualificadas. Veja mais detalhes na página da política.

Ainda não estive na França para a Epifania, mas me lembro bem na Espanha. Alguns amigos disseram que era em muitos aspectos maior do que o próprio Natal, com procissões de rua, bolos e presentes para as crianças. Os desfiles foram certamente divertidos de assistir e as crianças adoraram coletar os doces jogados para a multidão.

Pelo que ouvi, não é necessariamente uma grande festa na França, mas tem uma grande tradição: desfrutar de uma galette des rois.


In Our Grandmothers & # 039 Kitchens

Esta entrada foi postada na quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 às 4h e está arquivada em Bolos, Tortas e Pastelaria, Alimentos de Natal. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do feed RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback de seu próprio site.

9 Respostas para & # 8220O último suspiro de Natal & # 8221

Oh meu, isso parece (e soa) absolutamente celestial (e certamente vale a pena um sabático da alimentação saudável por hoje). Não tenho tanta certeza se conseguiria seis porções da Galette Marty & # 8217s).

É sempre bom ter certeza de que Marty ainda está cozinhando em West County!

Há aqueles de nós que já retiraram a pasta de Natal e estão exaustos com a ladainha de comemorações e referências e símbolos necessários & # 8211 os Dias dos Santos no início de dezembro (Lúcia, Nicolau e outros) anunciam a próxima temporada e as minúcias de alusões. Então, eu vou sugerir que o Bolo dos Três Reis volte a ser um Pithivier e deixe por isso mesmo. O Pithivier era conhecido como o & # 8220cake dos reis & # 8221 e presumi que os reis em questão eram legiões de herdeiros masculinos chamados Louis, Henri ou Charles, não Balthazar, Gaspar e Melchior. Por outro lado, há um aspecto de Pithiviers, há muito associado à aldeia de onde vem seu nome, que é que Pithiviers foi o local de um campo de concentração durante a última Guerra Mundial, e foi lá que as crianças e os pais estavam separados e enviados para outros campos na Alemanha e na França. Talvez seja injusto associar este aspecto infeliz da história com a pastelaria & # 8211 é, afinal, mera coincidência & # 8211, mas a memória deixa a pessoa & # 8217s saboreando o sabor. Mas é uma coisa tão ruim ser lembrado de que nem tudo é doçura e luz? De qualquer forma, você empregou o termo galette, e talvez esse seja um bom compromisso.

Você está certo, Raoul, ao afirmar que uma Galette des Rois é precisamente um Pithivier, a única diferença sendo, creio eu, sua relação com a Epifania (não há prêmio em um Pithivier típico). Mas eu nunca me canso da pasta de Natal, então eu & # 8217 estou aderindo à minha terminologia!

Acontece que há um prêmio em certos Pithiviers: Trader Joe & # 8217s carregam um Pithiviers congelado, que é facilmente cozido, acessível, elegante e muito bom. Ter um Pithivier disponível durante todo o ano já é um grande prêmio! Talvez a galette possa ser relegada ao reino da dança: a bailarina executou uma série de grands jetés antes de o ensemble iniciar a sua galette triomphante.

Obrigada, Tinky, por imprimir este adorável artigo e as lindas fotos do Chef Marty e seu ensolarado Bolo dos Reis. Eles vieram da aula que ele deu em Nossa Senhora de Czestochowa no domingo. Sim, havia de fato um sortudo vencedor do prêmio sagrado dentro de & # 8230.e trouxemos uma coroa de papel que ela graciosamente concordou em usar pelo resto da classe. Nos últimos dias, o prêmio de bolo de três reis foi um feijão, uma minúscula coroa de cerâmica e um minúsculo menino Jesus de cerâmica.

Em nosso clima litigioso do século 21, Marty usa apenas uma amêndoa crua orgânica & # 8230. não queremos dentes rachados estragando o dia!

Ele fará outras aulas de massa folhada em nossa pequena sala de aula em Shelburne Falls. O pessoal de Nossa Senhora de Czestochowa pediu que ele voltasse e fizesse uma aula sobre as várias formas de usar aquela massa folhada, tanto salgada quanto doce. Avisará você quando esse surgir.

Nesse ínterim, & # 8230, a recuperação de se empanturrar com a galette acontecerá em breve & # 8230.Quando Marty compensar com sua aula de sopa de frango à base de ervas chinesas em 17 de janeiro. : & # 8211)

Seu blog é fantástico, Tinky! Eu espero que você ganhe o concurso. Eu tenho uma coroa sobressalente da classe & # 8230com seu nome nela!

Não sou muito padeiro, exceto quanto ao pão. Acho que vou esperar e ver como o seu vai funcionar. Mas, isso realmente parece adorável. Massa folhada sempre foi assustadora para mim (então eu compro já feita na seção do freezer). Eu não pensei que estava mal durante o feriado, até que tentei fechar o zíper das minhas calças esta manhã. Yipes! Acho que a sopa de galinha chinesa à base de ervas pode ser a ideal.

Ah, e você se lembra do episódio de Julia Child e # 8217 em Pithivier?
Clássico.

Senti falta do episódio de Pithivier de Julia e # 8217s, que eu sei que teria gostado! Com sorte, vou seguir em frente com a orientação de Marty. Todos nós descobriremos & # 8230 & # 8230

Você tem minha simpatia com as calças, Grad. I & # 8217m no mesmo barco & # 8230 & # 8230 ..

Massa folhada é a única coisa com a qual tenho um desempenho inconsistente. Mas eu tenho um filho que adora amêndoas, começando com maçapão e indo até bolos de chocolate com creme de manteiga de amêndoa! Então, suponho que terei que tentar isso.


Tenha uma epifania com esta sobremesa francesa

Para muitas famílias na Europa continental, o Natal termina não com um intenso coma alimentar por volta das 17h do dia 25 de dezembro, mas com uma festa e uma celebração especial no dia 6 de janeiro, feriado cristão conhecido como Epifania. Também chamado de Pequeno Natal ou, mais comumente Dia dos Três Reis, 6 de janeiro é um momento para festejar e, finalmente, retirar as decorações de Natal (a menos que você esteja planejando deixá-las até março, é claro).

Na França, a Epifania passou a ser associada a uma sobremesa muito especial - galette des rois, conhecida em inglês como bolo da Epifania ou bolo dos reis. É basicamente tudo o que você deseja em uma sobremesa de Natal: um bolo folhado recheado com frangipane e - se feito corretamente - um amuleto especial, ou la fève, escondido bem no fundo de uma fatia. Quem quer que termine com la fève é rei ou rainha por um dia (cada bolo vem com uma coroa de papel), desde que não tenham quebrado um dente, é claro.

No norte da França e na Bélgica, o bolo da Epifania assume a forma de uma galette - um bolo redondo e achatado de forma livre no sul, no sudoeste e na Provença, é chamado de gâteau des rois e se assemelha a um bolo redondo de brioche. Em Nova Orleans, os bolos reais ao estilo da Louisiana são um símbolo delicioso da temporada de carnaval, comidos em abundância para celebrar o Mardi Gras. O que começou como uma tradição cristã tornou-se um fenômeno intercontinental no início de janeiro.

A tradição do bolo Epiphany remonta a centenas de anos, quando o amuleto era uma fava seca e tradicionalmente a pessoa mais jovem - a mais inocente e a menos provável de trapacear - se escondia debaixo da mesa e, sem ver o bolo, dava instruções em qual pessoa deveria receber cada fatia (para que o prêmio fosse concedido de forma justa).

É basicamente tudo o que você deseja em uma sobremesa de Natal: um bolo folhado recheado com frangipane e - se feito corretamente - um amuleto especial, ou la fève, escondido bem no fundo de uma fatia.

Avançando 700 anos, a galette des rois se afastou principalmente de suas raízes religiosas, tanto na França quanto no exterior, em países como a Austrália.

“Hoje em dia não tem nada a ver com o cristianismo necessariamente”, diz Dominique Le Breton da Le Breton Pâtisserie em Mosman em Sydney. “Todo mundo está gostando, e não tem nada a ver com a história bíblica dos Três Reis Magos.”

Le Breton, que começa a preparar galette des rois um pouco antes do Natal todos os anos, notou um aumento na popularidade entre os australianos nos últimos anos. Ele atribui isso ao frangipane úmido e ao sabor geral: "É uma coisa muito boa para tomar com uma taça de champanhe", diz ele.

Disse o suficiente - para franceses E australianos.

O chef ainda esconde um charme em sua galette - mas eles estão muito longe de favas secas. Feito de porcelana e mais recentemente de plástico, o bijuteria pode assumir qualquer forma - sapatos, carros, estatuetas de bebê, frutas, anéis, botões, dedais, a lista é longa.

Sniff nossa confeitaria francesa tradicional mais próxima em janeiro para uma fatia de bolo Epiphany - você pode não ganhar um charme e ser coroado rei ou rainha pelo dia, mas certamente você vai ganhar a festa.


Agora euvamos continuar com minhas 6 dicas principais sobre a técnica e o equipamento para fazer esta receita Galette des Rois

1. Como fazer massa folhada

Não vou mentir, preparar massa folhada exige paciência, atenção aos detalhes, prática e tempo.

Mas! Não há nada mais gratificante do que ver a sua massa laminada à mão a inchar no forno e depois dar a primeira dentada nessa massa folhada bonita, feita à mão! Você tem tudo aqui ao mesmo tempo sobre massa folhada feita em casa, então não procure mais!

O fator mais importante ao fazer massa folhada é a TEMPERATURA! A razão comum pela qual as pessoas falham em massa folhada é a internação e forçar a massa, mesmo quando sua temperatura é inadequada, seja fria ou muito quente. Cozinhar é ciência e em geral a temperatura é um dos fatores mais importantes para entender E utilizar em nosso benefício. Quando digo temperatura, não me refiro apenas à temperatura de cozimento, mas também ao ambiente em que trabalhamos, por exemplo, a temperatura da cozinha, bem como a temperatura da massa.

Ao fazer massa folhada, a temperatura é tudo! Se a massa estiver muito quente, ela fica pegajosa, a manteiga começa a derreter e não pode ser enrolada ou modelada sem fazer uma bagunça. Se estiver muito frio, ele se quebrará facilmente. Todo o processo de fabricação da massa folhada é um exercício de equilíbrio entre manter a massa fria o suficiente, mas não muito fria.

Para dar um exemplo concreto, em um ambiente de cozinha doméstica isso praticamente significa colocar e tirar a massa da geladeira cerca de 10 vezes entre as etapas para garantir que a massa esteja sempre na temperatura certa trabalhar com. Sim, não apenas para relaxar uma ou duas vezes, mas para ser no controle da temperatura da massa o tempo todo! É inverno agora na Suécia, então eu abri até a janela da cozinha e resfriei a temperatura da cozinha abaixo de 18C / 64F. Manter a massa na temperatura certa também significa que você tem que trabalhar rápido, não há tempo para se preocupar quando a massa sai da geladeira. Obviamente em cozinhas profissionais a temperatura e também a umidade estão sob controle e o processo de laminação é feito por uma máquina, porém em ambiente doméstico isso é algo que devemos ter muito cuidado.

Massa folhada após 6 dobras

Então, como fazer massa folhada?

Fazer massa folhada pode levar dias, porém nesta receita eu consegui fazer todo o processo em 24 horas.

Dia 1 prepare a massa e o bloco de manteiga, isso é muito fácil e rápido, então no dia 2 você provavelmente passará algumas horas pela manhã laminando / dobrando a massa e à noite você terá sua deliciosa Galette des Rois na mesa! Como isso soa?

Preparar a massa para a massa folhada é um processo bastante simples.

  1. Meça a água e coloque-a no freezer para resfriá-la
  2. Prepare sua batedeira com o gancho e misture farinha de alto teor de proteína com sal
  3. Derreta a manteiga e, assim que a manteiga não estiver muito quente, misture com vinagre branco
  4. Despeje a manteiga derretida (não quente!) E a mistura de vinagre na farinha
  5. Comece a amassar a mistura na batedeira com o gancho na velocidade mais baixa, misture por um minuto
  6. Comece adicionando água bem fria, uma pequena quantidade de cada vez. Depois de adicionar toda a água, sove a massa na batedeira por mais um minuto
  7. Usando a mão, sove a massa suavemente por mais um minuto até que fique lisa. Não trabalhe demais a massa
  8. Embrulhe a massa em um filme plástico e leve à geladeira durante a noite

Preparando o bloco de manteiga

  1. Para o bloco de manteiga, use um saco de sanduíche de tamanho apropriado (20x20cm / 8 polegadas) ou dobre o papel de pergaminho em 20x20cm / 8 polegadas
  2. Corte a manteiga e coloque no saco de sanduíche / papel manteiga dobrado e com a ajuda de um rolo de massa prepare o bloco de manteiga de espessura uniforme
  3. Coloque o bloco de manteiga na geladeira para esfriar

A dica nº 1 que posso dar é usar uma esteira de silicone em todo o processo. Tem 3 benefícios principais

  • a massa tem menos probabilidade de grudar e não é necessário usar farinha extra
  • também funcionará como uma ferramenta de medição, você pode ver facilmente o quanto você tem que rolar a massa para atingir o tamanho ideal
  • também ajuda quando se trata de dobrar, você literalmente dobrará a massa com a ajuda do Tapete de silicone que evita que a massa do calor de suas mãos

Comece colocando o bloco de manteiga na massa

  1. Tire a manteiga da geladeira. Queremos esperar o momento perfeito em que o bloco de manteiga está suficientemente frio, mas não muito frio, este é o momento exato em que você tem que trabalhar com a manteiga. Você pode testar a manteiga facilmente: procure a consistência quando puder dobrar levemente o bloco de manteiga sem quebrá-lo.
  2. Comece a enrolar a massa em 25x45cm / 10x18 polegadas, que é 2x maior (mais um pouco a mais) do que o tamanho da manteiga
  3. Quando a manteiga atingir a temperatura perfeita, coloque o bloco de manteiga na parte inferior da massa, dobre a massa sobre o bloco de manteiga e sele cuidadosamente todos os 4 lados
  4. Se a massa ainda estiver fria o suficiente, inicie o processo de dobragem conforme abaixo, caso contrário, coloque-a na geladeira por 15 minutos

procure a consistência quando puder dobrar levemente o bloco de manteiga sem quebrá-lo.

Quando a manteiga atingir a temperatura perfeita, coloque um bloco de manteiga na parte inferior da massa

dobre a massa sobre o bloco de manteiga e feche cuidadosamente os 4 lados

O processo de dobramento seguirá conforme abaixo:

  1. Abra a massa em 25x45cm / 10x18 polegadas
  2. Dobre o terço superior para o meio
  3. Dobre o terço inferior para o meio
  4. Você obterá um formato de envelope com uma & # 8220 borda aberta & # 8221 na parte superior e & # 8220 borda fechada & # 8221 na parte inferior
  5. Gire 90 graus para a direita para obter a & # 8220 borda aberta & # 8221 à direita e a & # 8220 borda fechada & # 8221 à esquerda
  6. Sua primeira dobra está feita, parabéns! Coloque a massa na geladeira por 15-20min

Abra a massa em 25x45cm / 10x18 polegadas

Dobre o terço superior para o meio

Dobre o terço inferior para o meio

Você obtém uma massa em forma de envelope

Gire 90 graus para a direita para obter a & # 8220 borda aberta & # 8221 à direita

Repita o processo acima 6 vezes!

Observe que é importante começar a enrolar a massa na posição que você terminou antes, para & # 8220 abrir a borda & # 8221 à direita e & # 8220 fechar a borda & # 8221 à esquerda. Eu preparei uma folha de dicas para que você possa seguir facilmente os passos e contar a dobra etc.

Após a dobra final, enrole a massa 2x tão alto quanto a largura, por exemplo. 17x34cm / 7 * 14 polegadas e corte a massa horizontalmente em 2. Você obterá duas massas de formato quadrado. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por no mínimo 4 horas antes de usar.

Lembre-se, durante o processo, queremos evitar a todo custo a quebra da massa e o vazamento de manteiga! Na laminação de massa folhada, a temperatura é tudo. É melhor colocar e tirar a massa da geladeira 100 vezes do que forçar uma massa quente que vai vazar a manteiga e seu trabalho de 24 horas estará arruinado. Trabalhe o mais rápido possível; de preferência, uma rodada de enrolar e dobrar não deve levar mais de um minuto.

2. Como fazer recheio de frangipane para Galette des Rois

O que é frangipane? O Frangipane é basicamente um creme à base de amêndoas usado em vários pastéis (veja minha receita de Torta de Figo Frangipane aqui). Enriquecido com apenas uma pitada de fava de baunilha (e opcionalmente rum), o frangipane é um creme aveludado de amêndoa que adiciona riqueza e textura deliciosas às sobremesas. O creme tem um sabor adocicado e de nozes que o torna o recheio perfeito para esta Galette des Rois.

Preparar o recheio de frangipane é super fácil e rápido. Certifique-se de que todos os ingredientes estão em temperatura ambiente e, em seguida, misture todos os ingredientes com uma batedeira elétrica até que o creme aumente ligeiramente de volume e se torne fofo. Mova o creme para um saco de confeitar e deixe repousar na geladeira por uma hora antes de usar.

3. Como montar o Galette des Rois

Montar a massa é super fácil se você tiver feito os passos anteriores corretamente. Duas coisas você tem que ter cuidado com 1. temperatura como sempre, não force a massa se você vier tão longe! e 2. Vedação adequada da parte superior e inferior. Isso é muito importante para evitar que o creme de amêndoas vaze na assadeira durante o cozimento. Fique atento a seguir a dica que tenho para vedação!

Portanto, após 4 horas de resfriamento, no mínimo, estenda um dos discos de massa folhada em um papel pergaminho limpo e corte um círculo de 22 cm / 8,5 polegadas. Este será o fundo da Galette des Rois. Se a massa ficar boa e fria, continue colocando o creme de amêndoas por cima, se não, coloque primeiro na geladeira por 15 minutos. Ao pipetar o creme de amêndoas, certifique-se de 1. canalizar o mais uniformemente possível 2. deixar no mínimo. 2,5 cm / 1 polegada ao redor da borda. Embora seja tentador ter o máximo de recheio possível na Galette des Rois, o risco é que você não consiga selar a parte superior e inferior corretamente e todo o recheio vá parar na bandeja durante o cozimento.

Depois de colocar o recheio de frangipane na parte inferior da massa folhada, coloque-a na geladeira por 30 minutos.

Entretanto, retire o outro disco de pastelaria do frigorífico, estenda-o e corte um círculo ligeiramente maior do que o fundo, por exemplo. 23cm / 9 polegadas, este será o topo da massa. (Você precisará de um círculo um pouco maior para o topo, pois ele cobrirá o recheio). Coloque o círculo superior também na geladeira para esfriar.

Após 30 minutos, pegue a parte inferior da massa e também o círculo superior e, com a mão, sele as duas partes com cuidado, mas com firmeza.

Dica: aplique com cuidado uma pequena quantidade de água muito fria ao redor da borda da parte inferior da massa & # 8211 isso ajudará a selar a massa ao colocar o outro círculo em cima.

aplique cuidadosamente uma pequena quantidade de água muito fria ao redor da borda da parte inferior da massa & # 8211 isso ajudará a selar a massa ao colocar o outro círculo no topo.

sele as duas partes com cuidado, mas com firmeza.

4. Como colocar um top brilhante Galette des Rois

O segredo é aplicar lavagem de ovo duas vezes com gema de ovo + respingo de creme! Mole-mole.

Depois de selar a parte superior e inferior da massa, aplique a primeira lavagem com ovos e coloque a massa na geladeira novamente por mais 30-60 minutos antes de decorar. Após o tempo de resfriamento, aplique a segunda lavagem de ovos e agora na decoração.

5. Como decorar Galette des Rois

Se você está familiarizado com o cozimento de massa fermentada, provavelmente sabe bem como desenhar uma decoração atraente em cima da massa, se não, vá com calma! Você pode usar as costas da faca e marcar linhas curvas na massa começando no centro e trabalhando para fora. Uma observação importante é que não corte a massa!

Para a borda, use um garfo para ondular ao redor.

Pela última vez, coloque a massa na geladeira enquanto pré-aquece o forno.

6. Como assar Galette des Rois

As massas folhadas são tipicamente assadas em temperatura relativamente alta. Em relação a esta receita da Galette des Rois, sugiro começar em 190C / 374F e depois de 20 minutos diminuir a temperatura do forno para 170C / 338F e assar por mais 20 minutos. Começar com a temperatura alta do forno estimula a massa folhada e, depois, quando a temperatura baixa fica bem assada. Se você está fazendo isso pela primeira vez, você deve observar como a massa se comporta no seu forno e ajustar a temperatura de acordo. Se dourar demais, por exemplo, você pode cobrir com papel alumínio ou diminuir a temperatura do forno. Certifique-se também de que a massa está bem assada (verifique o fundo) antes de retirá-la do forno. A parte superior deve ser brilhante e ligeiramente mais escura do que a lateral.


La Galette des Rois: Uma tradição francesa para a epifania

Os franceses têm servido galette des rois desde o século 14. Tradicionalmente, é servido no dia 6 de janeiro (o 12º dia do Natal) para celebrar a Epifania. Este dia de festa religiosa comemora a chegada dos Três Reis à manjedoura onde Jesus nasceu. Hoje em dia, os franceses comem o galette des rois no primeiro domingo de janeiro e durante todo o mês de janeiro. É simplesmente uma forma festiva de celebrar o ano novo com a família e amigos, independentemente da origem religiosa.

O francês galette des rois apresentam vários formatos e sabores consoante a região e as tradições locais. Na verdade, no norte da França, o Galette é feito de pâte feuilleté (massa folhada) e recheado com uma pasta de amêndoa cremosa e densa chamada frangipane. No sul da França, a galette é um bolo tipo brioche com frutas cristalizadas. E nos Alpes, o Galette é um brioche generoso com enormes bombons rosa.

Seja qual for a forma e o sabor, o galette des rois sempre vem com uma coroa de papel dourado e uma bugiganga escondida (um fève) em porcelana ou plástico. Durante o corte do Galette, o filho mais novo deve deslizar para baixo da mesa para chamar o nome da pessoa que receberá cada fatia. Portanto, o servidor não pode ser acusado de jogar favoritos. Todo o bolo deve ser dividido de forma que cada convidado receba uma fatia. E o sortudo convidado que encontra o fève em seu serviço torna-se le Roi ou la Reine e pode usar a coroa de ouro.

A receita tradicional do Croque Monsieur da França

Pouco antes da degustação, certifique-se de avisar a todos sobre o fève escondido no Galette. Se você estiver fazendo este bolo para crianças, considere deixar de fora o fève completamente.


La Galette des Rois, um bolo digno de um rei!

O prato é colocado diante de mim, o aroma de massa quente e amêndoas gira em torno da minha cabeça. Eu inalo profundamente e respiro toda a bondade, o cheiro das tardes aconchegantes de inverno em frente a uma lareira, dias de neve enrolados sob um cobertor grosso, cachorro aos meus pés, uma caneca de chá quente na mão e esta iguaria, esta coisa bela colocada diante de mim. Camada após camada de massa folhada dourada, seus flocos açucarados e amanteigados embalando um rico creme de amêndoas com rum beijado no qual esconde um prêmio muito especial. E como toda grande moda francesa, vem com o acessório perfeito: uma coroa de ouro.

Muitos de nós estão encerrando a temporada de Natal empacotando os enfeites, retirando as luzes coloridas e jogando fora a árvore. O resto do peru ou do presunto foi prensado entre o pão e comido, o bolo de frutas e o panetone, os biscoitos e o Stollen foram devorados. Todos os presentes foram abertos e apreciados e o último cartão foi carimbado, selado e enviado. Agora nos aproximamos do dia 6 de janeiro, o décimo segundo dia do Natal, a epifania, o dia dos três reis, o dia, como a história continua, em que os três Reis Magos chegaram a Belém e levaram presentes para o menino Jesus. Para festejar a ocasião, os franceses festejam esta alegre ocasião com uma pastelaria muito especial, la Galette des Rois, O Bolo dos Reis.

Todos nós sabemos que muitos símbolos e tradições do Natal bem conhecidos e amados são originalmente de origem pagã: a árvore decorada, o visco, o tronco de Natal, entre outros. Na verdade, durante os primeiros anos da religião, as festividades de Natal foram realmente adiadas para o final do ano para coincidir com o Solstício de Inverno e, assim, sobrepuseram-se às Saturnais pagãs, uma celebração romana mais popular marcada por comportamento indisciplinado, tolice geral e diversão e jogos, um pouco mais alegres do que as tradicionalmente solenes celebrações cristãs. Aos poucos, os cristãos foram absorvendo algumas das práticas que destacavam essas festas pagãs não religiosas. Pensa-se que originalmente o dia do nascimento de Jesus, celebrado em 25 de dezembro, foi reservado para a observância estritamente religiosa, enquanto a Epifania, 6 de janeiro foi um dia de celebração, o dia de dar e receber presentes, um dia em que alguns dos menos do que práticas religiosas foram fundidas com a oferta de presentes dos Magos.

Na França, neste dia 6 de janeiro, a Epifania, é conhecido como Le Jour des Rois, Dia de Reis. E na França, este dia é festejado pela ingestão de La Galette des Rois, o Bolo dos Reis. Este bolo especial de pâte feuilletée, massa folhada, recheada com creme de amêndoa, frangipane, nem sempre foi reservado para este dia, mas foi comido na maioria das ocasiões festivas quando a frivolidade era exigida. Aos poucos foi descobrindo seu caminho para representar a Epifania e o Dia do Rei. Mas isso surgiu da história dos Magos, o bolo que representa os Três Reis e seus dons ou veio das celebrações das Saturnais, cujas festas eram caracterizadas pela tradição da inversão dos papéis sociais em que o rei se tornava servo e o servo tornou-se rei? De qualquer forma, a tradição diz que um amuleto da sorte, originalmente um pequeno fève ou o feijão é enterrado no creme de amêndoa antes que a camada superior da massa folhada seja colocada sobre o bolo e depois assada. Quando o bolo é servido, o filho mais novo da festa foge para baixo da mesa onde não consegue ver o que está acontecendo acima e conforme o bolo é fatiado a criança grita o nome do destinatário de cada pedaço. Porque? Porque quem encontrar o feijão em sua fatia de Galette é nomeado Rei do Dia, a coroa de papel que o acompanha fica no topo de sua cabeça. E qual é o papel do rei, você pergunta? Ora, para oferecer aos convidados outra Galette! É um dia de indulgência, frivolidade e diversão!

Nossa pequena coleção de amuletos.

Reza a lenda que durante bastante tempo o Rei, a pessoa que descobrira o feijão na sua fatia de bolo, foi obrigado a pagar uma rodada de bebida a todos os presentes. Mas aqueles que eram muito mesquinhos para pagar muitas vezes apenas engoliam o feijão com o bolo para evitar serem nomeados, então em algum lugar durante o século 19 o feijão foi substituído por um minúsculo amuleto de cerâmica, menos facilmente engolido, às vezes representando uma figura religiosa, mas, mais muitas vezes, simplesmente um pequeno amuleto decorativo, simples ou extravagante. Colecionar esses amuletos logo se tornou uma mania e as pessoas hoje são conhecidas por pesquisarem por toda parte e gastarem somas absurdas de dinheiro comprando amuletos especiais para suas coleções.

Começando logo após o Ano Novo, as caixas de vidro em todas as confeitarias francesas são forradas com Galettes des Rois, recheado não só com o tradicional creme de amêndoa, mas também com recheio de chocolate ou fruta. Todo ano eu compro um ou dois no decorrer de uma ou duas semanas de sua aparência efêmera e todos nós gostamos desses confeitos maravilhosos e ricos. Mas este ano, decidi fazer o meu! Começa com massa folhada caseira, fácil de fazer, embora seja bastante demorada, ou comprada em loja, se quiser, e então simplesmente recheada com um delicioso recheio de amêndoas moídas, manteiga amolecida, açúcar e um ovo e aromatizado com rum e baunilha, batidos juntos em um piscar de olhos. E um fève claro, escondido dentro de um rei sortudo.

Aproveite, pois a temporada é curta.

LA GALETTE DES ROIS ou KINGS 'CAKE

Eu me referi a Julia Child's Dominando a Arte da Cozinha Francesa para quantidades e procedimentos e então adaptado ao meu próprio gosto.

Cerca de 1 - 1 ½ lbs (500 g) de massa folhada ou duas rodelas compradas em loja *
2 ½ onças (70 g) de açúcar
2 onças (60 g) de manteiga sem sal amolecida à temperatura ambiente
1 ovo grande
2 ½ onças (70 g) de amêndoas moídas
¼ colher de chá de baunilha
1 colher de sopa de rum
Lavagem de ovos (1 gema batida com 1 colher de chá de água fria)
Açúcar de confeiteiro / em pó para polvilhar generosamente o topo da Galette para obter a "crosta".

* Segui esta receita que rende um pouco mais de 2 ½ lbs (1 kg) de massa e usei um pouco mais da metade da massa preparada.

Prepare o recheio de Frangipane:
Bata o açúcar e a manteiga até ficar cremoso. Junte o ovo, as amêndoas moídas, a baunilha e o rum. Adicione mais baunilha ou rum a gosto, se desejar. Coloque o recheio em uma tigela pequena coberta com filme plástico ou em um recipiente de plástico com tampa e leve à geladeira até a hora de usar. Precisa firmar antes de montar o bolo.

Para preparar a Galette des Rois:
Abra a massa folhada com uma espessura de ½ polegada (1 cm) e não menos que 3/8 de polegada, longa e larga o suficiente para cortar dois discos de 8 ou 8 ½ polegadas (21 cm). Usando uma forma de bolo ou prato de cerca de 8 ou 8 ½ polegadas (21 cm) de diâmetro e usando uma faca bem afiada, trace e corte dois discos. Coloque cada disco cuidadosamente em assadeiras forradas com papel manteiga, cubra com filme plástico e deixe descansar na geladeira por 30 minutos.

Empilhe a massa restante (não amasse em uma bola como faria com outra massa), embrulhe em filme plástico e guarde na geladeira para outro uso.

Pré-aqueça o forno a 425 ° F (220 ° C).

Remova as rodelas preparadas de massa folhada. Escolha um para ser o fundo do bolo e pressione levemente com os dedos as bordas um pouco para aumentar o círculo ligeiramente. Retire o creme de amêndoas resfriado da geladeira e monte no centro do disco de fundo da massa. Pressione-o na horizontal e para fora, usando as costas de uma colher de sopa, deixando cerca de 1 ½ polegada (4 cm) de massa livre nas bordas. Pressione um fève, algum tipo de amuleto de cerâmica, ou mesmo um grão seco antigo ou uma moeda no creme de amêndoa.

Pinte essa borda larga da massa ao redor do recheio de amêndoas com a lavagem do ovo. Com cuidado, coloque o segundo disco de massa em cima do recheio, colocando os discos superior e inferior borda com borda (de forma que as bordas se encontrem em toda a volta). Pressione para selar.

Coloque uma tigela de cabeça para baixo em cima dos discos - a tigela deve vir de ½ a 1 polegada das bordas. Using a sharp knife held perpendicular to the table, cut into the dough to create a scalloped edge to the cake. Now carefully carve a design into the top of the cake. Cut a small circle in the center of the top dough disc and insert a chimney (make a chimney out of parchment or foil or, as I did, use an upside down aluminum pastry bag tip).

Brush the top of the dough with egg wash. Place in the hot oven and bake for 20 minutes until the pastry is puffed up and golden brown. If you think the pastry is browning too quickly, simply lay a piece of foil over the top.

Reduce the oven temperature to 400°F (200°C) and continue baking for an additional 25 to 30 minutes until the sides of the pastry are also golden and crisp.

Remove the Galette from the oven and move the rack up one notch. Generously dust the entire top surface of the Galette with powdered sugar then place the pastry back in the oven. Now bake for around 5 minutes until the sugar has turned to a golden and very shiny glaze. Stand next to your oven and watch because (as you can see from mine) it turns to the perfect glaze very quickly then in the flash of an eye burns! You must watch so you can pull it out of the oven just as the last of the top turns a gorgeous golden and not leave it one second longer.

Allow to cool a bit. Serve warm (not hot) or at room temperature. Make sure there is a child under the table while the host slices and then passes each slice as the child calls out whom to serve. Have a paper crown ready to crown the King who finds the charm! And let the merrymaking begin!

Jamie Schler lives, eats and writes in France. To read more of her work visit Life's a Feast.


A Little History of the Galette des Rois

King’s Cake has been around since the Middle Ages and is part of the 12 days of Christmas which was usually celebrated from about Christmas Eve to about January 5th. Traditionally, King’s Cake season started on January 6th and went until Fat Tuesday, which falls any time between February 3rd and March 9th.

January 6th is a holiday, celebrated mostly by Catholics, called Epiphany commemorating the presentation of Christ to the gentiles in the form of the 3 kings. Also known as 3 Kings Day. It’s the most traditional day on which the Kings Cakes or Galettes are eaten. If you’re interested, you can find out more about the history of Kings Cakes and all the different versions available.

These days you’ll find Kings Cakes in French bakeries starting about mid-December through mid-January. But you don’t need a French bakery. You can easily make your own!

They’re super simple and absolutely delicious and if you bring this baby to a get-together you’ll be overwhelmed by guests asking what it’s called and how they can get one.


THE RECIPE

For the Puff pastry dough (this should be done the day before):

140g bread flour (plus more as needed for dusting)

56g unsalted butter, softened

112g unsalted butter, softened

1. Combine the bread flour, salt, vinegar, cold water, and butter in a stand mixer fitted with a dough hook. Mix on low speed until just blended, about 2½ minutes. The dough should look rough—there’s been no gluten development at this stage.

2. Dust the work surface with extra bread flour. With your hands, shape the dough into a 4-inch square about ⅜ inch thick. Cover with plastic wrap and refrigerate until chilled.

1. Combine the all-purpose flour and butter in a stand mixer fitted with a paddle. Mix on low speed, until there are no streaks of butter. The mixture should still feel like soft butter.

2. Draw a 7-inch square on a piece of parchment paper with a pencil. Flip the parchment over so that the butter won’t come in contact with the pencil marks. Place the butter in the centre of the square and spread it evenly with an offset spatula to fill the square. Refrigerate for about 20 minutes, until firm but still pliable.

3. Remove the butter from the refrigerator. It should still be soft enough to bend slightly without cracking. If it is too firm, lightly beat the butter with a rolling pin on a lightly floured work surface until it becomes pliable. Make sure to press the butter back to its original 7-inch square after working it.

4. Arrange the chilled dough in the centre of the butter block so it looks like a diamond in the centre of the square (rotated 45 degrees, with the corners of the dough facing the centre of the butter block sides).

5. Fold the corners of the butter block up and over to the centre of the dough. The butter block should completely cover the dough. Pinch the seams of the butter block together to prevent the dough from peeking through.

Whenever folding butter, it is important to work swiftly to ensure it doesn’t melt.

1. Generously flour the work surface and rolling pin. You’ll need a rather large work surface for this task. With the rolling pin, using steady, even pressure, roll the butter-covered dough out from the centre so it triples in length. When finished rolling, you should have a rectangle about 12 by 6½ by ¼ inch.

2. Place the dough so the longer sides run left to right. From the right side, fold one-third of the dough onto itself, keeping the edges lined up with each other. From the left side, fold one-third of the dough on top of the side that has already been folded. Line up all the edges so that you are left with an even rectangle. The dough is being folded as if it were a piece of paper going into an envelope this is called a “letter fold.” Wrap the dough in plastic wrap and refrigerate for 15 to 20 minutes to rest.

Make Second and Third Folds:

1. Remove the dough from the refrigerator. It should be firm but not hard. Place on a lightly floured work surface. With a rolling pin, using steady, even pressure, roll the dough out from the centre vertically from top to bottom. The dough should triple in length and increase in width 1½ times this will take several passes. When finished, you should again have a rectangle about 12 by 6 ½.

2. Rotate the dough so the longer sides run left to right. This time, from the right side fold one-quarter of the dough onto itself. From the left side fold one-quarter of the dough onto itself. The two ends should meet in the middle of the dough. Fold the dough in half where the ends meet. You will have 4 layers of dough on top of one another. This is called a “double book fold.” Wrap the dough again in plastic wrap and refrigerate for 15 to 20 minutes to rest.

3. Repeat the second (double book) fold again. Wrap the dough in plastic wrap and refrigerate overnight.

When rolling out the dough, it’s always best to have the open seams on the top to ensure the layers remain even and don’t slide when you are rolling.

For the almond Frangipane:

38g unsalted butter, softened

158g unsalted butter, softened

Make the Pastry Cream:

1. Heat milk in a medium pot over medium heat until it reaches 65°C. Retire do fogo.

2. In a bowl, whisk together sugar, cornstarch, and egg yolks.

3. Temper the yolks: stream in a third of the warm milk into the yolk mixture, whisking constantly. Stream in another third of the milk while whisking. Return the tempered yolks into the milk, whisking to combine. Return the pot to medium-low heat. Continue to cook the pastry cream, whisking constantly, until it reaches 85°C. Retire do fogo. Whisk in the butter until fully incorporated.

4. Transfer to a bowl and cover tightly with plastic wrap pressed directly against the surface to prevent a skin from forming. Refrigerate until completely cooled, about 30 minutes to 1 hour.

Make the Almond Cream:

1. In a stand mixer fitted with a paddle attachment, cream together confectioners sugar and butter on medium speed until combined. Add in a third of the almond flour and a third of the eggs and continue mixing until combined. Turn the mixer off and scrape down the sides of the bowl. Continuing on medium speed, adding in the second third of the almond flour and eggs until combined, then the remaining almond flour and eggs, making sure to scrape down the sides of the bowl in between.

2. Add rhum, mix until fully incorporated.

Make the Almond Frangipane:

1. In a large bowl, fold the pastry cream and almond cream together until combined.

2. Transfer to a piping bag. Refrigerate until ready to assemble the Galette.

Assemble the Galette des Rois

Puff pastry dough, chilled

Almond frangipane, in piping bag

Egg wash (1 egg yolk and 1 tsp milk, beaten together)

1. Pre-heat the oven to 175°C.

2. Remove the puff pastry from the refrigerator. Place it on a lightly floured work surface. With a rolling pin, using steady, even pressure, roll the dough out from the center, until you have a rectangle that’s 1/8” thick. Cut out four 8-inch round discs.

3. On a baking sheet lined with parchment paper, lay out two discs of puff pastry dough. Brush the edges with water. Pipe a layer of almond frangipane (just under half of the frangipane), leaving 2cm border around the edge. Place the other puff pastry discs on top and press down to seal the edges very well. Chill in the refrigerator for 5 minutes.

4. Remove the Galettes from the refrigerator. Flute the edges of the Galette. Brush the top of the Galette with egg wash. Then using a paring knife, score the top in a decorative pattern, to resemble a crown. Bake for 45 minutes, until the puff pastry if beautifully golden brown and flaky. Slice and serve warm or at room temperature.

Do not refrigerate the Galette, as the humidity in the refrigerator will cause the puff pastry to get soggy.

The Galette des Rois from Dominique Ansel’s bakery is available to order from December 26th to January 21st, with 48 hours advance notice, for collection at the Bakery at £30 for the whole cake.


EPIPHANY CAKE – GALETTE DES ROIS

The Epiphany, traditionally on January 6, commemorates the visit of the three Magi (Wise Men) to Baby Jesus. Melchior, Gaspar and Balthazar traveled from the east, following the bright star to find the newborn Jesus. Upon arrival, they worshipped the infant Jesus, and gave him gifts of myrrh, frankincense and gold.

Gold symbolizes that Jesus is King. Today, the tradition for King’s Day is to share a cake called Galette des rois. Make this outstanding French galette to celebrate the Epiphany!

The galette can be prepared differently depending which region it’s made.

In this cake is hidden a “feve” (small figure). The youngest person goes under the table and decides who will have each piece. The person who finds the small figure is crowned and will have to choose his queen or king. Serve with Champagne. HAPPY KING’S DAY!

Preparation: 1 hour baking time: 30 min.

2 packages frozen puff pastry, thawed (17.3 oz, 2 sheets each)

1 egg yolk + ½ tsp water

Confectioner’s sugar for dusting

1 small figure or bean

Almond cream:

3 1/4 oz. whole blanched almonds

3 1/4 oz. Confectioner’s sugar

3 1/4 oz.unsalted butter, softened

1 1/2 tbsp. nata

1 Colher de Sopa. dark Rum

Line a baking sheet with parchment paper and set aside.

Flour a work surface (for best result, use a pastry cloth) and unfold the dough from the packages.

Place one sheet of dough on top of the other. Roll the dough into a large square. Place an inverted round tart pan in the middle of the dough, press lightly to make an impression in the dough and discard the dough around the tart pan. Repeat with the second package of puff pastry. Place the dough in the refrigerator for 10 minutes.

Combine almonds and Confectioner’s sugar in the bowl of a blender and process until the almonds are finely ground. Add the butter, eggs, sour cream and dark Rum. Combine until the mixture is smooth.

Remove the dough from the refrigerator. Prick one piece of dough with a fork. Pour the almond mixture in the center of the dough and spread it evenly with an offset spatula, leaving a 1 ½ inch border within the circle.

Place the small figure into the almond cream. Lightly brush water on dough around the almond cream. Cover with the other piece of puff pastry, lining up correctly. Press the edges firmly to seal.

Beat together the remaining egg yolk with the water and brush the top of the pastry dough, being very careful not to let any drip over the edges, as it will inhibit rising.

Using the tip of a sharp knife, make some fine incisions on top of the dough.

Place the Epiphany cake in the refrigerator 30 minutes before baking to avoid the deformation of the dough.

Bake 30 minutes. Serve warm. Sprinkle some Confectioner’s sugar on top of the galette.